O resultado do dérbi significou uma nova presença do Sporting na final da Taça de Portugal. Contudo, há mais história, recordes e números por trás da vitória leonina. Números esses que, na Taça de Portugal e em Alvalade, são muito mais simpáticos para os leões do que para os encarnados. Com a derrota desta noite, o Benfica prolonga um registo complicado para a Taça em Alvalade, enquanto que o Sporting pôs fim a uma série sucessiva de jogos sem ganhar ao Benfica. Caso os leões não ganhassem esta noite igualavam os oito jogos sem vitória no dérbi, a maior “seca” da história leonina, diz o MaisFutebol.

Peguemos no livro de história. Em 16 jogos em Alvalade para a Taça de Portugal, o Sporting venceu 12, enquanto que o Benfica ganhou apenas três. Porém, desses três, só por uma vez os encarnados eliminaram o eterno rival como visitantes: estávamos em junho de 1943 — sim, havia jogos da Taça em junho — e o Benfica venceu por 3-2, numa semi-final decidida a uma mão. Os encarnados ainda venceriam o rival em mais uma ocasião, a última em Alvalade para a Taça da sua história.

Foi também em junho, mas de 1963. O Benfica venceu por 1-0, mas na segunda mão o Sporting deu a volta, com Figueiredo, a marcar os dois golos que apuraram os leões. Depois desse jogo até recebeu alcunha: o «Altafini de Cernache».

Mas não foi um dérbi importante em termos históricos só para o Benfica: o Sporting evitou igualar a maior seca vitoriosa da sua história em jogos frente ao eterno rival, com oito jogos.

Voltando à série de oito jogos que o Sporting esteve sem vencer o Benfica. Começou em 1987, depois da vitória do Sporting para a Supertaça em dezembro desse ano. Depois disso, os leões estiveram quase cinco anos sem vencer o Benfica (os encarnados venceram seis vezes consecutivas, com dois empates e uma nova vitória a fechar). O mau registo só foi quebrado a 17 de outubro de 1992, em Alvalade para o campeonato, com Balakov a marcar logo ao primeiro minuto e Iordanov a selar o triunfo por 2-0.

Antes da noite desta quarta-feira, a última vez que os leões tinham ganhado ao Benfica tinha sido também para a Taça, em 2015.