Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Num sábado marcado por jogos grandes, com a Juventus a receber o AC Milan e o Atl. Madrid a visitar o Barcelona, na Alemanha encontravam-se os dois principais candidatos à conquista da Liga alemã. Separados por dois pontos no topo da classificação, Bayern Munique e Borussia Dortmund discutiam o primeiro lugar da tabela e uma vitória da equipa orientada por Lucien Favre podia ditar o adeus do conjunto de Niko Kovac ao título que vence há seis temporadas consecutivas.

Mas para o Bayern, que na primeira volta foi a Dortmund perder por 3-2, a Liga alemã é agora o principal objetivo da temporada, depois da eliminação na Liga dos Campeões aos pés do Liverpool. Por isso mesmo, a equipa de Lewandowski e companhia não entrou este sábado em campo para brincar: ao intervalo, o Bayern Munique já goleava o Borussia Dortmund por 4-0 e estava a 45 minutos de regressar ao lugar cimeiro de onde raramente saiu nos últimos seis anos. Hummels abriu o marcador (10′), Lewandowski aumentou a vantagem e fez o golo 200 na Liga alemã (17′), Javi Martínez fez o terceiro (41′) e Gnabry ainda conseguiu inscrever o nome na ficha de jogo antes do descanso.

Na segunda parte, o Borussia não conseguiu materializar uma reação e o Bayern controlou a partida, com Lewandowski a levar a vantagem para os cinco golos já nos instantes finais, depois de uma assistência de Gnabry. A equipa de Niko Kovac fica agora com um ponto de vantagem em relação ao emblema de Raphael Guerreiro, que não jogou este sábado, e Renato Sanches — que entrou a poucos minutos do fim — ficou um passo mais perto de se sagrar campeão alemão.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR