O Cardeal-Patriarca de Lisboa, Manuel Clemente, afirmou este domingo, em Óbidos, que a comissão de proteção de menores da Diocese de Lisboa deverá estar em funcionamento em breve e que servirá essencialmente para prevenção de situações de abusos.

“Estamos efetivamente a constituir uma comissão de proteção de menores, que creio que dentro em breve estará em funcionamento”, disse à agência Lusa o Cardeal-Patriarca de Lisboa, acrescentando tratar-se de um organismo virado “sobretudo para a prevenção”.

De acordo com o Cardeal-Patriaca de Lisboa a criação da comissão decorre da última reunião em Roma, altura em que os bispos foram  aconselhados “a ter, nesta matéria da proteção de menores, o apoio de especialistas”. Entre as pessoas contactadas para integrar a comissão conta-se José Souto Moura, que exerceu o cargo de Procurador-Geral da República entre 9 de outubro de 2000 e 9 de outubro de 2006, mas o cardeal escusou adiantar o cargo que exercerá.

Manuel Clemente falava em Óbidos onde decorre a Jornada Diocesana da Juventude (JDJ) do Patriarcado de Lisboa. Trata-se da primeira iniciativa juvenil diocesana após o anúncio de Lisboa como sede da próxima Jornada Mundial da Juventude, em 2022.

Organizado pelo Serviço da Juventude do Patriarcado o encontro intitulado “Liturgia — lugar de encontro” reúne esta tarde várias centenas de jovens com o Cardeal-Patriarca.