Um avião Boeing 737 da Klasjet, uma companhia lituana especializada em voos charter, fez uma aterragem de emergência na última sexta-feira em Madrid, segundo noticia o El País. “Uma hora de terror e pânico” foi como um dos ocupantes do voo, citado pelo diário espanhol, descreveu o momento. A bordo do voo seguia a equipa de basquetebol Zalgiris Kaunas, que tinha acabado de vencer o Real Madrid para a Liga Europeia e seguia para o próximo jogo, em Istambul. Os problemas começaram na descolagem, quando o avião parou a subida a cinco mil pés (1500 metros) de altitude devido a falhas no sistema de navegação.

Segundo especialistas ouvidos pelo El País, os pilotos deixaram de ter acesso à informação sobre a velocidade a que seguiam e o avião foi declarado como estando em estado de emergência. Seguiu-se quase uma hora de pânico. Os pilotos estavam apenas a ser guiados pelos controladores aéreos  — que desviaram o tráfego daquela zona — e tentaram aterrar duas vezes logo ali, no Aeroporto de Barajas.

A trajetória do Boeing segundo o site Flightradar

A companhia garantiu que os passageiros nunca estiveram em perigo, mas os relatos de alguns passageiros parecem demonstrar o contrário. As mulheres de dois dos jogadores da equipa relataram uma hora de terror e pânico. O treinador da equipa também disse à imprensa lituana que a equipa estava feliz por estar viva e que, visto à distância, a situação “parece engraçada, mas não teve piada nenhuma na altura”.