Vimos e Gostámos

David Bowie, Thom Browne e a simplicidade de uma cadeira chamada “Manuel”

Repousados, protegidos do sol, perfumados e armados com as cores da estação. Tudo em grande estilo, claro. Vá de viagem com a Claus Porto e conheça o novo templo da moda na capital.

Os SLIM I

A icónica cor de camelo, o preto clássico, o havana e o cinza para as armações, combinadas com lentes cinza, castanha ou azul. Estão cá os elementos todos da Max Mara, que apresenta a nova linha de óculos graduados e de sol, com a devida inspiração retro. Os MM SLIM I (140 euros), por exemplo, são uma viagem aos anos 90 em acetato, com o volume e as proporções afinados com os nossos dias. Também é bem possível que se perca entre os modelos oversize que fazem ligação direta com a década de 70, ou entre as armações borboleta que nos devolvem aos sixties em grande estilo.

A Água de Colónia

São 10 ml em spray, a companhia em miniatura perfeita com o carimbo da Claus Porto (25 euros). Água de Colónia é uma coleção de fragrâncias que “descreve a beleza das paisagens portuguesas, dos pinhais da Comporta às árvores de citrinos do Douro”. A paleta é variada — embalados pelo laranja, elegemos a Água Clementina para uma saudável overdose cítrina combinada com lavanda que nos transporta para o norte do país. Fácil de transportar e fiel companhia de quem está sempre em movimento.

A cadeira “Manuel”

A estreia da nova marca portuguesa de mobiliário Fuschini acontece em Itália, em plena Milan Design Week, e há uma peça que se destaca nesta montra: “a cadeira de madeira mais leve do mundo”. Em bom rigor, chama-se “Manuel” pesa apenas 1,20 kg, foi construída em madeira de Kiri, e é tão fina quanto resistente. É este o cartão de visita da criação assinada pelos arquitetos Sara Oom de Sousa e Vasco Lima Mayer, cuja coleção de arranque foi inspirada no design do séc. XX, em particular no trabalho dos designers e arquitetos Charlote Perriand e Pierre Jeanneret.

A nova Tem-Plate

É um novo templo de moda e das artes que abre portas no bairro de Marvila, para maravilhar a vista na zona cool e oriental da cidade de Lisboa e/ou desgraçar a carteira num passo luxuoso e exclusivo. A Tem-Plate é uma loja high-end que vai acolher marcas como Jacquemus, Comme des Garçons, Burberry, Loewe, Raf Simons, Thom Browne, Jil Sander, Moncler, Maison Margiela, Yohji Yamamoto e Off-White, uma verdadeira legião saída das passerelles. Este parque de diversões para trend seekers foi fundado pelo coreano Rune Park e pelo belga Robby Vekemans, profissionais do setor, apostados em oferecer uma nova perspetiva do universo do retalho a nível internacional.

Rua Projectada à Matinha, F, Lisboa, Seg-Sáb 10h00-18h00

A primavera da BAM

Rachas ousadas, sobreposições, camadas, e tons que variam entre o nude e os gomos de uma laranja sumarenta. São 21 peças exclusivas – de tops a macacões, passando por calças, saias, camisas e vestidos, sem esquecer os bodies com abertura nas costas (os preços oscilam entre os 39 e os 89 euros). É assim a nova coleção primavera-verão BOW SS’19 da marca portuguesa BAM, criada por Ana Menezes. Está tudo na loja online ou recetivo a visita in loco, na morada em baixo, mediante marcação prévia.

Showroom / Atelier BAM, Calçada da Tapada, 29, R/c esquerdo, Lisboa

O encontro Vans x Bowie

Uma parceria entre camaleões que vai levar muito boa gente a pedir a antecipação do presente de aniversário ou mesmo de Natal. De um lado, a Vans, do outro o músico David Bowie, cuja vida e legado são evocados através de uma coleção unissexo de vestuário e calçado para adultos e crianças, numa cápsula de cinco peças. Cada modelo de ténis foi desenhado para representar momentos que revisitam as capas de álbuns icónicos como “Aladdin Sane” ou “Ziggy Stardust”.

A coleção Vans x David Bowie está disponível em lojas selecionadas e online de 5 de abril.

Todos queremos saber mais. E escolher bem.

A vida é feita de escolhas. E as escolhas devem ser informadas.

Há uns meses o Observador fez uma escolha: uma parte dos artigos que publicamos deixariam de ser de acesso totalmente livre. Esses artigos Premium, por regra aqueles onde fazemos um maior investimento editorial e que mais diferenciam o nosso projecto, constituem a base do nosso programa de assinaturas.

Este programa Premium não tolheu o nosso crescimento – arrancámos mesmo 2019 com os melhores resultados de sempre.

Este programa tornou-nos mesmo mais exigentes com o jornalismo que fazemos – um jornalismo que informa e explica, um jornalismo que investiga e incomoda, um jornalismo independente e sem medo. E diferente.

Este programa está a permitir que tenhamos uma nova fonte de receitas e não dependamos apenas da publicidade – porque não há futuro para a imprensa livre se isso não acontecer.

O Observador existe para servir os seus leitores e permitir que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia. Por isso o Observador também é dos seus leitores e necessita deles, tem de contar com eles. Como subscritores do programa de assinaturas Observador Premium.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: mrsilva@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)