Para os condutores dos SUV mais refinados e dispendiosos do mercado, mesmo os que anunciam grande capacidade para circular fora-de-estrada, a actividade mais próxima de todo-o-terreno (TT) que habitualmente enfrentam é quando decidem subir o passeio para estacionar. Isto suscita a dúvida: se tivessem de enfrentar uma pista de TT, com buracos, pedras, lama e muita água, será que conseguiriam chegar ao fim em boas condições e capazes de regressar a casa ‘inteirinhos’?

Entre os modelos que levantam mais dúvidas está o Tesla Model X. Primeiro, porque é eléctrico e, em segundo lugar, porque o seu aspecto clean e aerodinâmico não alinha pela filosofia tradicional dos SUV, todos eles a perseguir um certo ar “puro e duro” dos jipes convencionais. Um grupo de checos decidiu pegar num exemplar do SUV topo de gama do fabricante americano de veículos eléctricos e enfrentar uma destas pistas, concebidas para torturar modelos 4×4. E registar tudo em vídeo.

O Model X está efectivamente equipado com um sistema de tracção integral, com um motor colocado em cada eixo, à semelhança do que também acontece com o Audi e-tron e, em breve, com o Mercedes EQC. E como gerir a potência num motor eléctrico é substancialmente mais fácil e eficaz do que num motor a combustão, não deverá sentir problemas neste capítulo. Também as suspensões pneumáticas devem ajudar à tarefa, uma vez que umas das opções que oferece a quem vai ao volante é incrementar a altura ao solo, evitando que encalhe por baixo às primeiras dificuldades. Já se as suspensões e a estrutura resistem às pancadas e aos esforços de torsão sem queixumes, que implica lidar com solicitações como as impostas por uma pista de TT, é outra conversa.

No vídeo, o Model X parece enfrentar com relativa facilidade as diferentes situações. Isto se tivermos em conta que os pneus que monta, à semelhança do que é habitual nesta classe de SUV, estão muito mais à vontade em asfalto do que é terra e, sobretudo, em lama, não só limitando a tracção, como aumentando a probabilidade de furos e pneus rasgados. Veja o vídeo e conclua você mesmo…