Rádio Observador

Tesla

E que tal um Tesla Model 3 por apenas 48.900€?

A Tesla anunciou o início das encomendas para o Model 3 na versão Standard Range Plus, que propõe por 48.900€. É o mais acessível dos Model 3, tanto mais que já inclui Autopilot.

Até aqui, a Tesla comercializava em Portugal exclusivamente duas versões do seu modelo mais barato, o Model 3, respectivamente a Long Range e a Performance, a primeira por 59.600€ e a segunda por 69.700€. Adicionou agora a possibilidade de encomendar igualmente – sem especificar quando começará a entregar as primeiras unidades – a versão Standard Range Plus, cujo preço é de 49.800€, apesar de já incluir o Interior Premium parcial e o Autopilot.

Se esta notícia é positiva para os clientes portugueses da marca americana, que passam a ter acesso a uma versão mais simples do modelo por menos quase 10.000€, é apenas mais uma mexida na gama do fabricante, numa estratégia que é difícil de entender. Em simultâneo com a abertura das encomendas para a versão Standard Range Plus, a Tesla informou também que retirava das encomendas online (mas não a possibilidade de ser adquirido através das Tesla Stores, aquelas que a marca queria fechar há umas semanas) o Model 3 Standard Version, que foi proposto durante apenas uns dias com a bateria limitada electricamente a 50 kWh, acabamentos menos sofisticados e sem Autopilot. Desaparecem também a versão Mid Range e a Long Range com apenas tracção atrás, sendo que o Autopilot passa a estar incluído no equipamento de série.

O Standard Range Plus é uma boa proposta?

O Model 3 Standard Range Plus (SRP) monta a mesma bateria da versão até aqui conhecida como Standard Range (SR), que estava limitada a 50 kWh, mas é-lhe permitido explorar toda a sua capacidade. Apesar de a marca não divulgar um valor exacto, deverá rondar os 55 kWh, pelo incremento que consegue em matéria de autonomia. Considerando os valores em EPA, o método americano de determinação de consumos e o único em que ambas as versões têm valores homologados, o Model 3 SRP percorre mais 36 km do que o SR. Como o SR anunciava em EPA uma autonomia de 353 km, significa que o consumo médio é de 14,1 kWh/100 km, o que para percorrer mais 36 km necessita de mais cerca de 5 kWh de capacidade nos acumuladores, e daí os estimados 55 kWh.

O Model 3 mais barato anuncia 225 km/h e a capacidade de atingir 100 km/h em 5,6 segundos. São obviamente valores inferiores aos reivindicados pelas versões mais dispendiosas e potentes do Model 3, o Performance e o Long Range, ambos com dois motores e tracção integral, ao contrário do SRP que possui apenas tracção traseira, dado que o primeiro anuncia 261 km/h e 3,4 segundos de 0-100 km/h, enquanto o segundo 233 km/h e 4,6 segundos de 0-100 km/h. Mas isso não impede o SRP de ser, e de longe, o eléctrico mais rápido e veloz até 59.000€.

Em matéria de autonomia, o Model 3 SRP garante 415 km pelo sistema europeu, longe pois dos 530 km alcançados com apenas uma carga de bateria pelo Performance e, sobretudo, dos 560 km do Long Range. Contudo, é uma proposta interessante face ao diferencial de preço que existe em relação às versões mais potentes, de 20 mil e 10 mil euros, respectivamente, o que abre o acesso ao Model 3 de um novo tipo de comprador – os que querem um veículo eléctrico mas não desejam ultrapassar os 50 mil euros. Valor que parece mais elevado do que é pois, face à concorrência, é bom ter presente que inclui de série o Autopilot, até aqui comercializado por 5.000 dólares nos EUA e que não estava incluído na versão mais barata do Model 3. Isto torna os 48.900€ exigidos pelo Model 3 SRP substancialmente mais competitivos, tanto mais que esta versão inclui ainda interior em pele, bancos dianteiros aquecidos e reguláveis electricamente, tejadilho em vidro escurecido e retrovisores exteriores com regulação eléctrica e rebatíveis.

O já mencionado Autopilot, incluído no equipamento de série, pode usufruir de um upgrade (na encomenda) para aquilo que a marca denomina Condução Autónoma Total, por 5.400€, que permite navegar em piloto automático nas auto-estradas, incluindo rampas de acesso e saída, interligações e ultrapassagens, além do estacionamento automático em perpendicular ou paralelo e o sistema Summon, que num parque de estacionamento permite ao condutor ordenar que o veículo venha ter consigo, automaticamente. Ainda este ano, esta versão mais avançada do Autopilot passará a reconhecer semáforos e sinais de Stop, e a obedecer-lhes, além de poder circular automaticamente em estradas e em cidade.

Recomendador: descubra o seu carro ideal

Não percebe nada de carros, ou quer alargar os horizontes? Com uma mão-cheia de perguntas simples, ajudamo-lo a encontrar o seu carro novo ideal.

Recomendador: descubra o seu carro idealExperimentar agora

Não queremos ser todos iguais, pois não?

Maio de 2014, nasceu o Observador. Junho de 2019, nasceu a Rádio Observador.

Há cinco anos poucos acreditavam que era possível criar um novo jornal de qualidade em Portugal, ainda por cima só online. Foi possível. Agora chegou a vez da rádio, de novo construída em moldes que rompem com as rotinas e os hábitos estabelecidos.

Nestes anos o caminho do Observador foi feito sem compromissos. Nunca sacrificámos a procura do máximo rigor no nosso jornalismo, tal como nunca abdicámos de uma feroz independência, sem concessões. Ao mesmo tempo não fomos na onda – o Observador quis ser diferente dos outros órgãos de informação, porque não queremos ser todos iguais, nem pensar todos da mesma maneira, pois não?

Fizemos este caminho passo a passo, contando com os nossos leitores, que todos os meses são mais. E, desde há pouco mais de um ano, com os leitores que são também nossos assinantes. Cada novo passo que damos depende deles, pelo que não temos outra forma de o dizer – se é leitor do Observador, se gosta do Observador, se sente falta do Observador, se acha que o Observador é necessário para que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia, então dê o pequeno passo de fazer uma assinatura.

Não custa nada – ou custa muito pouco. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: alavrador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)