O primeiro modelo da nova gama I.D. da Volkswagen vai ser apresentado apenas no final do ano, para começar a ser produzido nos primeiros meses de 2020. Mas se o I.D. Neo (nome ainda a confirmar) – um veículo alimentado exclusivamente por bateria com o comprimento de um Golf e o espaço interior de um Passat – será o primeiro membro da nova família eléctrica da Volkswagen, há já a certeza que muitos outros I.D. vão surgir a seguir. Incluindo o I.D. Roomzz.

9 fotos

A ser apresentado dentro de dois dias no Salão de Xangai, o Roomzz Concept é um SUV de dimensões generosas que visa maximizar o espaço interior, tendo como ponto de partida o facto de oferecer três filas de assentos e lugar para sete. Tem um painel de instrumentos que começa frente ao condutor, mas que depois se prolonga até entrar na segunda metade do tablier, o que, num veículo largo como este, corresponde a mais de um metro de ecrã.

A Volkswagen deixa a guerra da potência para os concorrentes e anuncia apenas um total de 306 cv, assegurados por dois motores, um por eixo, para que o Roomzz usufrua de tracção 4×4. Graças à potência e ao sistema 4Motion, agora eléctrico, o Roomzz será capaz de passar pelos 100 km/h ao fim de apenas 6,6 segundos, para depois continuar a incrementar o regime até aos 180 km/h, prestações mais que suficientes para entusiasmar qualquer um.

Com este nível de performances, aliciantes mas ainda assim civilizadas, a marca alemã promete que o Roomzz será capaz de assegurar, com uma bateria de 82 kWh de capacidade, uma autonomia de 450 km, segundo o método WLTP, ou 475 km de acordo com o mais permissivo método chinês NEFZ.

Além de revelar o seu futuro SUV de sete lugares, a Volkswagen confirmou que irá iniciar a produção dos seus I.D. Neo, Crozz e Roomzz em 2020, para depois, em 2022, ser a vez do Buzz, e do Vizzion.