Cultura

José Sasportes, José Manuel Costa e Tiago Rodrigues condecorados por França

José Sasportes é condecorado com o grau de comendador da Ordem das Artes e Letras de França, Tiago Rodrigues é condecorado no grau de cavaleiro e José Manuel Costa é distinguido com o grau de oficial.

Autor
  • Agência Lusa

O ex-ministro da Cultura José Sasportes e os diretores da Cinemateca Portuguesa e do Teatro Nacional D. Maria II, José Manuel Costa e Tiago Rodrigues, vão ser condecorados com as insígnias da Ordem das Artes e Letras de França.

A cerimónia, na quarta-feira às 18:30, tem lugar na embaixada de França em Lisboa, e as insígnias serão entregues pelo embaixador Jean-Michel Casa.

Segundo informações da embaixada, José Sasportes, ex-ministro da Cultura, é condecorado com o grau de comendador da Ordem das Artes e Letras de França.

Sasportes, historiador da dança, ex-presidente da Comissão Nacional da UNESCO, que exerceu as funções de conselheiro de Imprensa e Cultural nas embaixadas de Portugal em Roma, Washington e Estocolmo, foi diretor do Serviço ACARTE da Fundação Gulbenkian, e tinha já sido distinguido com os dois primeiros graus desta Ordem, o de cavaleiro e o de oficial.

A Ordem das Artes e Letras destina-se a recompensar as pessoas que se distinguem pela sua criação no domínio artístico ou literário, mas também as que contribuem para a influência e desenvolvimento das artes e letras na França e no mundo.

O atual diretor da Cinemateca Portuguesa, José Manuel Costa, é distinguido com o grau de oficial.

José Manuel Costa começou a trabalhar, em 1975, na Cinemateca, na qual desempenhou várias funções, tendo sido o responsável pelo projeto e instalação do Arquivo Nacional das Imagens em Movimento.

O atual diretor artístico do Teatro Nacional D. Maria II, Tiago Rodrigues, é condecorado no grau de cavaleiro.

Dramaturgo, encenador e ator, Tiago Rodrigues venceu o ano passado o 15.º Prémio Novas Realidades Teatrais Europeias, galardão que junta a outros da sua carreira como o Prémio GDA para Melhor Ator Secundário, em 2008, pela sua interpretação no filme “Mal Nascida”, de João Canijo, e um Globo de Ouro Caras/SIC 2013 pela encenação de “Três Dedos Abaixo do Joelho”.

No âmbito do Festival d’Automne à Paris, Tiago Rodrigues apresentou em fevereiro último, na capital francesa, no Teatro da Bastilha, dois espetáculos seus, “By Heart” e “Sopro”.

Várias personalidades portuguesas têm sido agraciadas com esta ordem, nos seus diferentes graus. Entre outras, cite-se Amália Rodrigues, António Lobo Antunes, Mísia, Lídia Jorge, Dulce Maria Cardoso ou José-Augusto França.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)