Música

Bons Sons: já há cartaz para a festa anual da música portuguesa

279

A organização do festival que decorre em Cem Soldos, Tomar, revelou o cartaz da próxima edição. Terá Luísa Sobral, Diabo na Cruz, Fogo Fogo, Dino D'Santiago e Glockenwise com JP Simões, entre outros.

O festival não quer portadores de bilhete a "brincar à aldeia", mas sim a "viver a aldeia"

Será uma décima edição “com mais aldeia e menos pessoas”, promete a organização do Bons Sons, em comunicado enviado às redações. A décima edição do festival que acontece em Cem Soldos, Tomar, decorrerá este ano de 8 a 11 de agosto. Durante quatro dias acontecerão mais de 50 concertos em dez palcos, dois dos quais novos.

Os concertos serão vistos por menos pessoas do que na edição anterior: a organização diminuiu a lotação do festival de 40 mil pessoas para 35 mil, para uma décima edição que assinala 13 anos de festival. O objetivo será o de melhorar a experiência de cada um no evento que convida a “viver a aldeia” (e não “brincar à aldeia”), limitando filas e tornando a circulação em Cem Soldos mais fácil.

O foco continuará, como sempre, na música portuguesa e lusófona, provando que a qualidade e variedade da produção musical portuguesa permite (pelo menos atualmente) ter cartazes anuais atrativos não recorrendo a música de outras latitudes geográficas. As dez edições e os 13 anos de Bons Sons vão ser comemorados de três formas, revelou esta terça-feira a organização: no concerto de abertura, com a presença de “13 bandas a comemorar 13 anos e dez edições” e com uma festa de encerramento.

O primeiro momento de celebração desta décima edição — o concerto de abertura, a 8 de agosto — acontecerá ao som da Orquestra Filarmónica Gafanhense, que ficou incumbida de escolher um tema de um música ou banda presente em cada uma das edições do festival (as nove anteriores e a atual).

As 13 bandas que comemorarão os 13 anos de Bons Sons com concertos serão todas repetentes no festival. Para o grupo de 13 que se pretende que espelhe os cartazes das nove edições anteriores foram convidados os Diabo na Cruz, que atuarão a solo, e um conjunto de duplas que se juntaram propositadamente para o festival, nomeadamente First Breath After Coma com Noiserv, Glockenwise com JP Simões, Joana Espadinha com Benjamim, Lodo com Peixe, Sensible Soccers com Tiago Sami Pereira e Sopa da Pedra com Joana Gama.

O concerto de encerramento, por sua vez, acontecerá com uma atuação do produtor e músico português Moullinex, descrita pela organização como “uma festa cheia de surpresas e convidadas, com curadoria” do artista da editora Discotexas.

Além da Orquestra Filarmónica Gafanhense, da “festa” de Moullinex e dos concertos de 13 artistas com passagens anteriores pelo festival, o Bons Sons irá ser palco de atuações de Tiago Bettencourt, Júlio Pereira, Luísa Sobral, Helder Moutinho, Budda Power Blues & Maria João, Dino D’Santiago, Pop Dell’Art e X-Wife.

O grupo Três Tristes Tigres, o DJ e produtor musical Stereossauro, a banda Fogo Fogo, o rapper-compositor Scúru Fitchádu, a banda Paraguaii e o grupo Baleia Baleia Baleia também vão atuar. A estes juntam-se os Tape Junk, Miramar, Pedro Mafama, Senza, Afonso Cabral, Ricardo Toscano e João Paulo Esteves da Silva, Raquel Ralha & Pedro Renato, Jorge da Rocha, Mano a Mano, Sallim, Galo Cant’Às Duas e Tiago Francisquinho.

O cartaz musical completa-se com concertos e DJ sets de Gator, The Alligator, Cosmic Mass, Francisco Sale, Rui Souza, Valente Maio, Ricardo Leitão Pedro, DJ Narciso, DJ João Melgueira, Carlos Batista, Vénus Matina, Mil Folhas, Telma, Cal, Adélia, Pequenas Espigas e Vozes Tradicionais Femininas.

Paralelamente aos concertos, será possível  ver no Bons Sons espetáculos de outras disciplinas artísticas, como “Coexistimos”, de Inês Campos, “Danza Ricercata”, de Tânia Carvalho e “Nem a Própria Ruína”, de Francisco Pinho, João Dinis Pinho e Dinis Santos. Será exibida também em Cem Soldos “uma seleção de curtas-metragens a anunciar em breve”.

Todos queremos saber mais. E escolher bem.

A vida é feita de escolhas. E as escolhas devem ser informadas.

Há uns meses o Observador fez uma escolha: uma parte dos artigos que publicamos deixariam de ser de acesso totalmente livre. Esses artigos Premium, por regra aqueles onde fazemos um maior investimento editorial e que mais diferenciam o nosso projecto, constituem a base do nosso programa de assinaturas.

Este programa Premium não tolheu o nosso crescimento – arrancámos mesmo 2019 com os melhores resultados de sempre.

Este programa tornou-nos mesmo mais exigentes com o jornalismo que fazemos – um jornalismo que informa e explica, um jornalismo que investiga e incomoda, um jornalismo independente e sem medo. E diferente.

Este programa está a permitir que tenhamos uma nova fonte de receitas e não dependamos apenas da publicidade – porque não há futuro para a imprensa livre se isso não acontecer.

O Observador existe para servir os seus leitores e permitir que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia. Por isso o Observador também é dos seus leitores e necessita deles, tem de contar com eles. Como subscritores do programa de assinaturas Observador Premium.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: gcorreia@observador.pt
Crónica

Portugal, um país à prova de fake news /premium

José Diogo Quintela
105

Porra Vasily! Então, mas o que é que andas a fazer, pá? Portugal não necessita dos nossos trolls, nem das nossas fake news. Os partidos tradicionais encarregam-se de escangalhar a imagem da democracia

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)