A Exterity, uma empresa escocesa fornecedora de serviços de IPTV (televisão por protocolo de Internet), de sinalética digital e de entretenimento, vai abrir um centro de inovação de software no Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto (UPTEC) e pretendendo criar 20 postos de trabalho na cidade.

Com este centro de inovação, a empresa pretende expandir e complementar as instalações centrais de desenvolvimento tecnológico em Edimburgo, no Reino Unido. A Exterity desenvolve produtos tecnológicos que oferecem soluções de vídeo em rede e sinalética digital sobre IP, cujas soluções permitem difundir imagens de televisão e vídeo sobre redes IP empresariais a um número ilimitado de pontos de destino, conseguindo suportar grandes volumes de dados e dispositivos recetores sem comprometer o desempenho ou a disponibilidade do sistema.

Com a explosão de novas empresas de tecnologia a que se assistiu nos últimos anos, o Porto tornou-se um centro de excelência no que respeita à inovação tecnológica, bem como um lugar aprazível para se viver e trabalhar”, sublinhou Mike Allan, diretor tecnológico da Exterity, citado em comunicado.

Mike Allan referiu ainda que a empresa considera o Porto “como uma opção atrativa” para alcançar uma rápida expansão da equipa de criadores de software, uma vez que proporciona “o acesso direto a talentos na área do software, bem como um ambiente tecnológico na UPTEC”. Esta expansão, acrescenta a nota enviada, surge como consequência dos resultados obtidos em 2018 pela empresa, que tem como clientes a Inglis Riverside Stables (Austrália), o New England Institute of Technology (EUA), o ParisLongchamp (França), o Saxon Hotel, Villas and Spa (África do Sul), o Six Senses Zinghy Bay (Omã) e a Thomson Reuters India.

Fundada em 2001, a Exterity tem os seus produtos implementados em mais de 50 países, alcançando vários setores como o empresarial e financeiro, educativo, estádios e recintos, administração pública e saúde e de soluções de entretenimento em hotéis e cruzeiros. No final do ano passado, a empresa escocesa conseguiu aumentar 20% o número de funcionários a nível mundial, contando com escritórios em Londres, Nova Iorque, Paris, Joanesburgo, Dubai, Hong Kong, Singapura, Sidney, bem como a sua sede em Edimburgo.