Lançar um álbum sem aviso prévio não é propriamente uma novidade na carreira de Beyoncé. Foi para surpresa do mundo que há três anos — a 23 de abril de 2016 — a cantora lançou um dos seus álbuns mais aclamados em mais de 20 anos de carreira, Lemonade. Também sem data de lançamento anunciada previamente que deu a conhecer em 2018 Everything is Love, álbum que gravou em conjunto com o marido, Jay-Z. Esta quarta-feira, 17 de abril de 2019, Beyoncé voltou a trocar as voltas ao mundo e lançou um disco ao vivo, já disponibilizado nas plataformas digitais de streaming.

Homecoming: The Live Album: assim se chama o novo álbum da maior celebridade do clã Knowles, cuja irmã mais nova Solange tem-se também afirmado na indústria musical nos últimos anos, lançando discos e tendo um concerto de estreia em Portugal agendado para este verão (no festival Primavera Sound do Porto). O disco contém a banda sonora do filme “Homecoming”, que chegou à produtora de cinema e televisão e plataforma de streaming Netflix também esta quarta-feira.

O novo álbum, assim como o filme que já pode ser visto na Netflix, deixa registado em diferentes meios (no primeiro caso som, no segundo audiovisual) o concerto memorável que Beyoncé Knowles deu em 2018 no festival Coachella. Foi seguramente uma das suas atuações mais impressionantes e políticas, revestida de simbologia histórica, dado que Beyoncé foi a primeira mulher negra a atuar como cabeça de cartaz daquele que é um dos grande festivais de música do mundo. No palco do festival Coachella, Beyoncé teve consigo mais de 100 bailarinos e interpretou a sua música com uma banda marcial.

Se o filme documental inclui filmagens de ensaios e de momentos de Beyoncé nos camarins — adianta o The New York Times –, o álbum junta ao som do concerto uma gravação da filha de Beyoncé e Jay-Z, Blue Ivy, a cantar o tema “Lift Every Voice and Sing” e uma nova versão de estúdio da cover que Beyoncé fez do tema “Before I Let Go”, de Frankie Beverly And Maze. O álbum pode ser ouvido abaixo, na plataforma Spotify: