A taxa anual de inflação na zona euro recuou em março para 1,4%, face a 1,5% em fevereiro, tendo descido também uma décima em Portugal, para 0,8%, o valor mais baixo da União Europeia, revela esta quarta-feira o Eurostat.

Os dados publicados esta quarta-feira pelo gabinete oficial de estatísticas da União Europeia revelam que a taxa de inflação no espaço da moeda única recuou ligeiramente em março face a fevereiro, mas em termos homólogos registou precisamente o mesmo valor de março de 2018, de 1,4%.

Portugal está em linha com esta tendência, pois a taxa anual de inflação recuou de 0,9% em fevereiro passado para 0,8% em março, repetindo o valor registado um ano antes, em março de 2018.

No conjunto da União Europeia, a taxa de inflação anual em março fixou-se nos 1,6%, estável nas comparações em cadeia e homóloga, já que este foi o valor registado quer em fevereiro passado, quer em março do ano passado.

O Eurostat aponta que as taxas anuais mais baixas foram registadas em Portugal (0,8%) e na Grécia (1,0%), enquanto as mais altas foram observadas na Roménia (4,2%), Hungria (3,8%) e Holanda (2,9%).

Face a fevereiro, a inflação anual recuou em seis Estados-membros, manteve-se estável em dois e aumentou nos restantes 19 (os dados hoje publicados não incluem o Reino Unido).