Rádio Observador

Liga Europa

Liga Europa. Adi Hütter quer “jogo perfeito” frente ao Benfica e volta a destacar João Félix

"Vamos jogar com uma das melhores equipas da Europa", afirmou o técnico do Entracht. Sobre Félix, o treinador destacou a qualidade e irreverência do jovem jogador encarnado.

O Benfica joga quarta-feira na Alemanha depois da vitória de 4-2 na Luz

MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Autor
  • Agência Lusa

O treinador do Eintracht Frankfurt afirmou esta quarta-feira que será preciso um “jogo perfeito” para ultrapassar o Benfica, na segunda mão dos quartos de final da Liga Europa de futebol, e voltou a deixar rasgados elogios a João Félix.

“Precisamos de um jogo perfeito. Temos de marcar dois golos. Vamos jogar com uma das melhores equipas da Europa. Precisamos de controlar o jogo e jogar de forma ofensiva”, disse Adi Hütter, em conferência de imprensa.

O técnico falava sobre a partida da segunda mão, marcada para quinta-feira, em Frankfurt, depois de um primeiro jogo em que o Benfica venceu por 4-2, no Estádio da Luz, e no qual jogou desde os 20 minutos em superioridade numérica, devido à expulsão do defesa francês Evan N’Dicka.

“Não podemos sofrer golos e temos de criar oportunidades para marcar. Temos de ser cautelosos quando perdermos a bola, porque eles têm muita velocidade. Não lhes podemos conceder hipóteses para marcarem”, alertou.

Hütter mostrou-se confiante num bom resultado, lembrando que, no jogo da primeira mão, o Eintracht conseguiu “jogar muito bem, mesmo reduzido a 10 jogadores muito cedo”, na sequência da expulsão de N’Dicka.

“Depois do primeiro jogo, o Benfica é favorito, mas nós jogamos em casa. Aqui, conseguimos marcar quatro golos à Lazio e ao Marselha [ambos na fase de grupos]. Não quer dizer que consigamos o mesmo amanhã [quinta-feira], mas temos essa capacidade de marcar golos em casa. Diria que há 55% de favoritismo para o Benfica e 45% para o Eintracht”, apontou.

O encontro em Lisboa ficou marcado pela exibição de João Félix, autor de um ‘hat-trick’ e da assistência para o tento de Rúben Dias. Adi Hütter, que já tinha elogiado o avançado encarnado após essa partida, voltou a destacar as qualidades do jovem, de 19 anos.

“O João Félix tem altíssima qualidade, quase consegue fazer tudo sozinho, é muito perigoso e pode mudar um jogo inteiro sozinho”, salientou, apesar de lembrar que “não é o único jogador que consegue marcar golos no Benfica”: “É um jogador muito importante, mas eles ainda têm o Seferovic e o Rafa Silva também joga muito bem.”

Benfica e Eintracht Frankfurt jogam na quinta-feira, a partir das 20h00 (hora portuguesa), na Commerzbank Arena, em Frankfurt, num encontro que será dirigido pelo italiano Daniele Orsato.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)