As autoridades sanitárias da cidade da Beira, centro de Moçambique, asseguraram esta quarta-feira que a crise de cólera na cidade está controlada e com tendência a reduzir.

O diretor de Saúde da cidade da Beira, Fino Massalambane, disse que se os casos de cólera continuarem a reduzir com este nível, os centros de tratamento da doença poderão ser encerrados.

“Em termos daquilo que era a incidência, novos casos, chegavam em média por dia, acima de cem, duzentos às vezes. E hoje estamos a falar de um, dois ou zero casos”, explicou o médico.

Isto “significa que as mensagens estão a chegar às comunidades” e “a própria campanha de vacinação ajudou bastante e os órgãos de informação também”, afirmou. “Se continuarmos assim”, em “quatro semanas poderemos dizer que já está tudo acabado e nós poderemos encerrar” os centros de atendimento, disse.

A cidade da Beira registou cerca de quatro mil casos de cólera que provocaram três mortes, desde o início do surto da doença, a 27 de Março.