O ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação moçambicano, José Condugua Pacheco, manifestou esta quarta-feira o desejo de aumento das trocas comerciais entre Moçambique e Marrocos, bem como a atração de investimentos do setor empresarial marroquino.

Após uma visita oficial de sete dias a Marrocos, na qualidade de enviado especial do Presidente de Moçambique, Filipe Nyusi, José Condugua Pacheco disse ter transmitido ao seu homólogo marroquino, Nasser Bourita, a intenção de estreitar as relações económicas entre os dois países.

Agradecendo o apoio e assistência marroquina para minimizar os efeitos do ciclone Idai, que fustigou a zona centro de Moçambique, Pacheco revelou o interesse moçambicano em contar com a solidariedade de Marrocos na fase de reconstrução.

O ministro moçambicano entregou ao membro do Governo marroquino uma mensagem do chefe de Estado de Moçambique para o Rei Mohammed VI.

Na agenda do ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação de Moçambique esteve também uma reunião com os líderes da Confederação Geral das Empresas Marroquinas, da Agência Marroquina de fosfatos e com a empresa marroquina especializada na construção de habitações sociais.

Os contactos bilaterais entre Moçambique e Marrocos resultaram em vários acordos, como o celebrado na área da Justiça e o de reforço da cooperação entre as Forças Armadas Reais e as Forças Armadas de Moçambique nas diferentes áreas, principalmente no que se refere à formação.