Transportes

Produção automóvel cresce 37% em março para 31.693 veículos

No primeiro trimestre de 2019, foram produzidos em Portugal 94.471 veículos. A categoria mais produzida é a de automóveis ligeiros. 22,2% dos carros são exportados para a Alemanha.

Dados foram divulgados pela Associação Automóvel de Portugal

ANDY RAIN/EPA

A produção automóvel cresceu 37% em março, face ao mesmo mês do ano passado, atingindo 31.693 veículos, revelou esta terça-feira a Associação Automóvel de Portugal (ACAP).

Por categoria, em março foram produzidos em Portugal 25.885 veículos ligeiros de passageiros, um aumento de 39,5% face a igual mês de 2018, mostram os dados da ACAP hoje divulgados. Em março, foram fabricados 5.276 novos comerciais ligeiros, o equivalente a um aumento homólogo de 28,7%. Relativamente aos veículos pesados, saíram das fábricas portuguesas 532 viaturas em março, um aumento de 9,5% face ao mesmo mês do ano passado.

No acumulado dos três primeiros meses do ano foram produzidos em Portugal 94.471 veículos, o equivalente a um crescimento de 30,6% em comparação com o mesmo período de 2018, revelam os dados da ACAP.

A produção automóvel de ligeiros de passageiros aumentou 31,5% para 78.156 veículos entre janeiro e março, face ao período homólogo. Já o fabrico de comerciais ligeiros subiu 26,7% para 14.818 unidades, enquanto a de veículos pesados cresceu 21,1% para 1.497 unidades.

A ACAP indica que a Europa continua a ser o mercado líder nas exportações dos veículos fabricados em território nacional, representando 93,9% do total. O destaque vai para a Alemanha, destino de 22,2% das exportações nacionais, seguindo-se Itália (15,8%), França (14,2%) e Espanha (10,8%) no topo do ranking.

A ACAP indica que “a informação estatística relativa ao ano de 2019 confirma a importância que as exportações representam para o setor automóvel já que 97,4% dos veículos fabricados em Portugal têm como destino o mercado externo, o que, sublinhe-se, contribui de forma significativa para a balança comercial portuguesa”.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Serviço Nacional de Saúde

António Costa enganou-se

Bruno Bobone

Em nome de preconceitos ideológicos está a pôr-se em causa a qualidade e sustentabilidade do SNS, pois todos os hospitais PPP oferecem um serviço de qualidade, conforme comprovou o próprio Ministério.

Crónica

Amorfo da mãe /premium

José Diogo Quintela

O Governo deve também permitir que, no dia seguinte ao trauma que é abandonar a criança no cárcere escolar, o progenitor vá trabalhar acompanhado pelo seu próprio progenitor. Caso precise de colinho.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)