Nico Rosberg desistiu da F1 após se ter sagrado campeão mundial com a Mercedes, mas se abandonou a competição, não abriu mão da paixão que sempre teve por automóveis, que herdou do seu pai Keke, também ele campeão, mas em 1982, da disciplina máxima do desporto automóvel. Hoje Nico comenta o sucesso dos seus ex-colegas para a televisão (RTL e Sky) e diverte-se testando e comparando carros marcantes, com motor de combustão e eléctricos, para o seu canal de YouTube.

Desta vez, a atenção do ex-piloto de F1 recaiu no novo Lamborghini Urus, o mais rápido e veloz SUV do mercado, animado por um motor V8 biturbo a gasolina, que fornece 650 cv. Potência que é transmitida ao solo através de um sistema de tracção integral, permitindo atingir 305 km/h e os 100 km/h ao fim de 3,6 segundos.

Mas a maior parte da atenção de Rosberg recaiu no novo Audi e-tron, o primeiro SUV eléctrico da marca alemã, certamente com um comparativo formal a ser publicado posteriormente. Os seus dois motores eléctricos fornecem em condições normais 360 cv, atingindo 408 cv durante 60 segundos através da função boost, se acelerarmos a fundo. Cerca de 300 kg mais pesado, o e-tron é também menos potente e tem menos força, apesar de anunciar uns impressionantes 664 Nm, ainda assim longe dos 850 Nm do Lamborghini. Está limitado a uma velocidade máxima de 200 km/h, cumprindo os 0-100 km/h em 5,7 segundos, mas a sua vantagem reside exclusivamente na maior força que os veículos eléctricos têm a baixa rotação, uma vez que o binário máximo é quase instantâneo.

Veja o vídeo e se desta vez Rosberg ainda não lhe diz qual o mais rápido, na sua habitual pista de arranque, montada num dos pontões da marina de Monte Carlo, conta-lhe, em forma de compensação, como rasgou as calças e como o seu “câmara” foi preso pela polícia monegasca.