Racismo

Futebolistas ingleses boicotam redes sociais para protestarem contra o racismo

Os futebolistas profissionais que jogam em Inglaterra organizam hoje e no sábado um boicote de 24 horas às redes sociais, sob o lema #Enough [Basta], com o objetivo de protestarem contra o racismo.

WILL OLIVER/EPA

Autor
  • Agência Lusa

Os futebolistas profissionais que jogam em Inglaterra organizam hoje e no sábado um boicote de 24 horas às redes sociais, sob o lema #Enough [Basta], com o objetivo de protestarem contra o racismo.

“Vamos enviar uma mensagem a todos os que insultem os futebolistas, quer seja no estádio, quer seja através da Internet. Não vamos permitir isso”, afirmou Troy Deeney, jogador do Watford, um dos impulsionadores da iniciativa, juntamente com Chris Smalling, defesa do Manchester United.

A Associação de Futebolistas Profissionais (PFA) inglesa apoiou a iniciativa, que decorre entre as 09:00 de hoje e as 09:00 de sábado, considerando-a “uma chamada de atenção para a importância da luta contra o racismo”.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)