Canadá

Três alpinistas de renome “presumivelmente mortos” após avalanche no Canadá

Os austríacos David Lama, 28 anos, e Hansjörg Auer, 35 anos, e o norte-americano Roskelley estão desaparecidos desde quarta-feira no Parque Nacional Banff, no Canadá, na sequência de uma avalanche.

AFP/Getty Images

Autor
  • Agência Lusa

Três alpinistas de renome internacional estão desaparecidos desde quarta-feira no Parque Nacional Banff, no Canadá, na sequência de uma avalanche que atingiu as montanhas que estavam a escalar, indicou esta sexta-feira a agência federal dos parques canadianos.

Os desportistas em causa são os austríacos David Lama, de 28 anos, e Hansjörg Auer, de 35 anos, e o norte-americano Jess Roskelley, de 36 anos. A empresa que os patrocina, a The North Face, referiu que os três membros da equipa Global Athlete estão “presumivelmente mortos”.

Os três homens, descritos como “atletas de montanha profissionais e altamente experientes”, tentavam escalar a face leste do Howse Pass, no norte de Banff, na província de Alberta. Uma zona “isolada” que é “um objetivo excecionalmente difícil”, disse a Parks Canada em comunicado.

Várias pessoas já manifestaram inúmeras mensagens de pesar e solidariedade para com os três alpinistas e as suas famílias, desde o Governo austríaco aos colegas, amigos e admiradores. Os pais de David, Claudi e Rinzi Lama, admitiram que contam já com a morte do seu filho.

Agradecemos as imensas palavras e pensamentos positivos de perto e de longe e pedimos que compreendam que não faremos mais comentários. Pedimos que recordem o David pela sua alegria de viver, o seu entusiasmo e a vista das suas amadas montanhas”, lê-se numa mensagem conjunta que publicaram na Internet.

Por seu lado, o Presidente da Áustria, Alexander Van der Bellen, escreveu na sua conta da rede social Twitter: “Depois de um trágico acidente de avalanche, dois dos nossos alpinistas e escaladores mais famosos estão desaparecidos. Neste momento difícil, os meus pensamentos estão com a família e os amigos dos dois jovens tiroleses”.

O chanceler austríaco, Sebastian Kurz, também manifestou as suas condolências à família e amigos dos alpinistas, acrescentando que Lama e Auer “construíram a imagem internacional de escalada nos últimos anos com inúmeras conquistas”.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Terrorismo

Rebeldes, separatistas e equívocos

Diogo Noivo

Para precaver reincidências, importa chamar as coisas pelos nomes. No referente à ETA, as palavras “rebeldes” e “separatistas” são equívocos que devem ser evitados, pois foi uma organização terrorista

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)