Madeira

Acidente na Madeira. Feridos já estão a voar para a Alemanha

Operação de transferência dos 12 feridos alemães internados no Hospital do Funchal para o aeroporto da Madeira terminou. Avião com vítimas de acidente já partiu rumo a Colónia, na Alemanha.

HOMEM GOUVEIA/LUSA

Autor
  • Agência Lusa

A operação de transferência dos 12 feridos alemães internados no Hospital do Funchal para o aeroporto da Madeira rumo à Alemanha terminou às 10:45 de sábado, tendo durado 02:03 horas.  O avião hospital da Força Aérea alemão já partiu com destino à Alemanha, viagem que deverá levar cerca de três horas até ao destino, a cidade de Colónia no sul do país.

“Cada doente saiu com um intervalo de 20 minutos do Hospital [Central do Funchal]. Não perdemos muito tempo: o primeiro doente partiu cerca das 08:40 do hospital e chegou ao aeroporto [a cerca de 15 quilómetros] às 09:05”, disse o secretário regional da Saúde, Pedro Ramos, indicando que o último doente entrou no avião cerca das 11:30 horas.

Na quarta-feira, um acidente com um autocarro de turistas alemães no Caniço, em Santa Cruz, na ilha da Madeira, provocou 29 mortos e 27 feridos, dois dos quais portugueses (o motorista e a guia turística). Apesar de as autópsias já terem sido concluídas, com o apoio das autoridades alemãs, ainda não existe uma data prevista para a trasladação dos corpos para a Alemanha, afirmou o secretário de Estado regional da Saúde da Madeira, Pedro Ramos. Ainda faltam chegar à Madeira documentos que permitam concluir a identificação das vítimas mortais.

Entretanto, a maior parte dos feridos que entrou no Hospital já teve alta, ficando, agora, internados apenas os dois portugueses e uma turista alemão que não seguiu hoje para a Alemanha por motivos clínicos, segundo a Direção Clínica do Hospital Central do Funchal ou Dr. Nélio Mendonça. Em relação aos feridos portugueses, a situação é estável, acrescentou Pedro Ramos.

A operação foi suportada pelo Serviço de Saúde da Madeira (SESARAM)e pelo Serviço Regional de Proteção Civil (SRPC), tendo as 12 ambulâncias partido para o Aeroporto com equipas médicas da região e da Alemanha e escoltadas por batedores da Polícia de Segurança Pública (PSP).

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)