Celebridades

Casamento de Adele com o empresário Simon Konecki chegou ao fim

A cantora britânica anunciou em 2017 que estava casada com o empresário Simon Konecki, de quem tem um filho de sete anos. O anúncio da separação foi feito pelos agentes de Adele.

Em 2017, a cantora e compositora britânica também anunciou que iria deixar de fazer digressões

Getty Images

A cantora Adele separou-se do marido Simon Konecki, com quem tem um filho de sete anos, Angelo, anunciaram os agentes Benny Tarantini e Carl Fysh na sexta-feira. No email citado pelo The Guardian, os agentes afirmam: “Adele separou-se do companheiro. Estão empenhados em criar o filho juntos, com amor. Como sempre, pedem privacidade. Não haverá mais comentários”.

Apesar do sucesso, Adele tem sido bastante discreta em relação à sua vida pessoal. Só em 2017 se soube que era casada com o pai do filho. Foi a própria que o anunciou a meio de um concerto, na Austrália. Já antes, na gala dos Grammys em que foi distinguida nas três categorias mais importantes — “Disco”, “Álbum” e “Canção do ano” –, a estrela pop agradeceu “agradeceu ao marido e ao filho”. Até esse momento, a cantora britânica nunca tinha falado publicamente sobre a sua vida amorosa.

Depois de muito se especular, Adele confessou: “Sou casada”

Simon Konecki tem 45 anos e é cofundador da Life Water, uma marca britânica de garrafas de água amigas do ambiente, e gere uma associação sem fins lucrativos, a Drop4Drop, que ajuda a fornecer água potável a países em vias de desenvolvimento. A BBC conta que, até 2005, o ex-marido de Adele trabalhou no banco de investimento que faliu em 2008, o Lehman Brothers.

Em 2017, a cantora e compositora britânica também anunciou que iria deixar de fazer digressões. Anunciou o fim dos concertos à mão numa carta, que depois foi reproduzida em vários panfletos distribuídos durante os últimos concertos que deu no estádio de Wembley, em Londres.

Andar em digressão é estranho e não combina muito comigo. Sou uma pessoa muito caseira e encontro muita alegria nas pequenas coisas. Para além disso, sou dramática e tenho um historial terrível com digressões. Pelo menos até agora”, pode ler-se na carta.

A 30 de março, contudo, foi vista e fotografada a entrar num estúdio de gravação de discos em Nova Iorque, abrindo a porta aos rumores de que estaria a trabalhar num novo álbum. O seu terceiro disco, “25”, bateu o recorde de 800 mil cópias vendidas na sua primeira semana e tornou-se no disco mais vendido de 2015.

Até 2 de julho de 2017, Adele esteve em digressão a promover o “25”. A cantora deu 123 concertos na Europa, Estados Unidos, e também na Austrália. “Só fiz esta digressão por vocês [fãs], na esperança de poder deixar-vos o mesmo impacto que alguns dos meus artistas favoritos deixaram na minha vida”, escreveu a cantora e compositora britânica

Todos queremos saber mais. E escolher bem.

A vida é feita de escolhas. E as escolhas devem ser informadas.

Há uns meses o Observador fez uma escolha: uma parte dos artigos que publicamos deixariam de ser de acesso totalmente livre. Esses artigos Premium, por regra aqueles onde fazemos um maior investimento editorial e que mais diferenciam o nosso projecto, constituem a base do nosso programa de assinaturas.

Este programa Premium não tolheu o nosso crescimento – arrancámos mesmo 2019 com os melhores resultados de sempre.

Este programa tornou-nos mesmo mais exigentes com o jornalismo que fazemos – um jornalismo que informa e explica, um jornalismo que investiga e incomoda, um jornalismo independente e sem medo. E diferente.

Este programa está a permitir que tenhamos uma nova fonte de receitas e não dependamos apenas da publicidade – porque não há futuro para a imprensa livre se isso não acontecer.

O Observador existe para servir os seus leitores e permitir que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia. Por isso o Observador também é dos seus leitores e necessita deles, tem de contar com eles. Como subscritores do programa de assinaturas Observador Premium.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)