Espanha

Internacional português Antunes operado com êxito ao joelho direito mas fica fora dos relvados por 6 meses

O lateral lesionou-se frente ao Valladolid, no penúltimo jogo do Getafe para a La Liga. Apesar do sucesso da operação, Antunes fica de fora seis meses. "Tenho a cabeça na recuperação", afirmou.

Antunes soma esta época 31 jogos e um golo. O Getafe está em quarto lugar na tabela da La Liga

Kiko Huesca/EPA

O internacional português Vitorino Antunes, futebolista do Getafe, foi operado esta segunda-feira com sucesso à rutura de ligamentos no joelho direito, mas vai estar fora dos relvados durante os próximos seis meses, anunciou o clube espanhol.

O lateral de 32 anos lesionou-se na penúltima partida do Getafe para o campeonato espanhol, frente ao Valladolid, sofrendo uma rutura do ligamento cruzado anterior e uma entorse no ligamento lateral do joelho direito.

“É sempre complicado ter que ser operado e parar, mas a verdade é que desde o primeiro dia que tenho a cabeça na recuperação”, afirmou Antunes, em declarações reproduzidas pela agência de notícias espanhola Efe.

O defesa, que joga em Espanha por empréstimo do Dínamo Kiev, participou em 28 jogos da liga espanhola esta temporada, tendo marcado um golo, e, até à lesão, foi um dos responsáveis pela boa campanha que o Getafe está a fazer, encontrando-se neste momento no quarto posto, posição que dá acesso à Liga dos Campeões e que, a manter-se até ao final, pode marcar a estreia do emblema dos arredores de Madrid na liga milionária.

“Seria muito especial consegui-lo com uma equipa como o Getafe, quando ninguém o esperava. Ainda mais, depois de tantas críticas sobre a nossa equipa e a nossa forma de jogar”, comentou Antunes, garantindo que “todo o mundo está concentrado nos objetivos e em conseguir algo histórico para o clube”.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Terrorismo

Rebeldes, separatistas e equívocos

Diogo Noivo

Para precaver reincidências, importa chamar as coisas pelos nomes. No referente à ETA, as palavras “rebeldes” e “separatistas” são equívocos que devem ser evitados, pois foi uma organização terrorista

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)