Rádio Observador

Exportações

Portugal nunca exportou tantos carros: mil por dia no último trimestre, o melhor de sempre

228

Portugal exportou 1022 carros por dia em 2019, com Alemanha e França entre os principais destinos, segundo os dados da Associação Automóvel de Portugal. O último trimestre foi o melhor de sempre.

MÁRIO CRUZ/LUSA

Portugal teve o seu melhor trimestre de sempre em exportações de automóveis, disse a Associação Automóvel de Portugal (AAP) ao Jornal de Negócios esta segunda-feira. Números que significam exportações, em média, de mais de mil automóveis por dia nos primeiros três meses do ano. Foram 1022 carros exportados — em média — por cada 24 horas, entre Janeiro e Março de 2019. Os principais destinos dos automóveis são, curiosamente ou não, os países mais próximos de Portugal na Europa: Espanha, França, Itália e Alemanha foram os que mais carros exportados receberam.

No primeiro trimestre, a produção de automóveis em Portugal aumentou 30,6% face aos primeiros três meses de 2018. Foram assim produzidos 94.471 carros neste período, sendo que 97,4% seguiram para serem vendidos em mercados estrangeiros. Números que explicam muito bem a subida percentual de exportações de automóveis face ao primeiro trimestre de 2018: 31,8%.

A Autoeuropa continua a ser a fábrica automóvel com melhor produção do país, tendo visto os seus números crescer: até março, a empresa aumentou a produção de veículos em 30%. Mas nem foi a fábrica de Palmela a ter o maior crescimento de produção. Essa foi a PSA, que fabricou mais 35,7% de automóveis no primeiro trimestre de 2019, face ao mesmo período no ano passado.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: amaia@observador.pt
Combustível

Os motoristas e o mercado

Jose Pedro Anacoreta Correira

Quando o Governo não consegue instrumentalizar politicamente os sindicatos, passa ao ataque. A luta e defesa dos trabalhadores é só para trabalhadores do Estado e filiados na CGTP.

PSD

Rui Rio precisa do eleitorado de direita /premium

João Marques de Almeida

O eleitorado de direita deve obrigar Rui Rio a comprometer-se que não ajudará o futuro governo socialista a avançar com a regionalização e a enfraquecer o Ministério Público. No mínimo, isto.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)