A Câmara do Porto revelou esta terça-feira que já assinou contratos para realojar todos os moradores do bairro do Aleixo, pelo que “até 7 ou 8 de maio” as torres vão ser entregues ao fundo imobiliário criado para o demolir.

“Assinámos contratos com todas as pessoas com vista ao realojamento. Até 7 ou 8 de maio estaremos em condições de entregar as torres ao fundo [imobiliário, criado em 2009 com vista à demolição do bairro]. Todos os processos de 89 famílias foram tratados com o maior cuidado desde setembro do ano passado”, afirmou o vereador da Habitação, Fernando Paulo, na reunião pública camarária.

O bairro do Aleixo, um dos mais problemáticos do Porto, era constituído por cinco torres, das quais restam apenas três, depois de a torre 5 ter sido demolida em 2011 e a torre 4 em 2013, no último mandato do social-democrata Rui Rio e no âmbito do fundo imobiliário que ficará com os terrenos para construção.