O endividamento do setor não financeiro aumentou 1,7 mil milhões de euros em fevereiro, face a janeiro, para 723 mil milhões de euros, divulgou o Banco de Portugal (BdP).

Dos 723 mil milhões de euros registados em fevereiro, 322,4 mil milhões de euros respeitavam ao setor público e 400,6 mil milhões de euros ao setor privado.

“Este aumento resultou do incremento de 0,9 mil milhões de euros no endividamento do setor público e de 0,8 mil milhões de euros no endividamento do setor privado”, sinaliza o BdP.

A subida do endividamento do setor público resultou, sobretudo, do aumento do endividamento face ao setor não residente em 1,1 mil milhões de euros, parcialmente compensado pela diminuição do financiamento concedido pelas empresas e pelas próprias administrações públicas, acrescenta.

No setor privado, O BdP diz que se observou, no essencial, um acréscimo do endividamento das empresas face ao exterior e ao setor financeiro em 0,6 e 0,2 mil milhões de euros, respetivamente.