Coligação internacional matou mais de 1600 civis 

A coligação militar internacional que combateu o Estado Islâmico na Síria fez ataques pouco precisos, revela a investigação conduzida pelas organizações Amnistia Internacional e Airwars.

Por Agência Lusa