Coligação internacional matou mais de 1600 civis

, por Agência Lusa