Ex-presidente da Nissan vai ser libertado 

Um tribunal de Tóquio anunciou ter aceitado a libertação de Carlos Ghosn, sob pagamento de caução no valor de quatro milhões de euros por parte do ex-presidente da Nissan.

Por Agência Lusa