O Grupo SATA fechou 2018 com um prejuízo de 53,3 milhões de euros, um agravamento de 12,3 milhões face ao ano de 2017, informou esta sexta-feira a transportadora aérea açoriana.

A pesar no resultado estiveram as perdas da Azores Airlines, que opera de e para fora do arquipélago, que registou um prejuízo de 52,93 milhões de euros, ao que se junta o resultado líquido negativo de 2,58 milhões de euros da SATA Air Açores, que assegura os voos nas nove ilhas do arquipélago.

As demais empresas do grupo tiveram resultados positivos, embora os valores sejam residuais no contexto global da empresa.

Os resultados da transportadora serão apresentados na tarde desta sexta-feira em conferência de imprensa em Ponta Delgada.