Venezuela

Maduro convoca população para debater durante 20 dias “grande mudança na revolução”

"Peço ajuda ao povo. Quem mais me pode ajudar, a quem mais posso pedir ajuda, se não ao povo? Ajudem-me a mudar tudo o [que está] mal, a melhorar o país", instou o Presidente de facto da Venezuela.

"Não quero conversa fiada, nem perda de tempo. Ideias concretas para linhas de avanço", sublinhou Maduro

MIGUEL GUTIERREZ/EPA

Autor
  • Agência Lusa
Mais sobre

O Presidente de facto da Venezuela, Nicolás Maduro, convocou na quinta-feira os venezuelanos para debaterem durante 20 dias uma “grande mudança na revolução”. “Quero que mudemos tudo o que seja necessário. Peço ajuda ao povo. Quem mais me pode ajudar, a quem mais posso pedir ajuda, se não ao povo? Ajudem-me a mudar tudo o [que está] mal, a melhorar o país”, disse. Nicolás Maduro falava em Caracas, durante um ato com apoiantes, transmitido pelo canal estatal Venezuelana de Televisão (VTV).

“Convoco a um debate prático, teórico, político, estratégico (…). Vinte dias para um debate com resoluções e propostas concretas. Não quero conversa fiada, nem perda de tempo. Ideias concretas para linhas de avanço”, sublinhou.

A Venezuela passa atualmente por uma crise política, económica e social, que se tem agravado nos últimos tempos e que forçou três milhões de cidadãos a abandonar o país. Neste cenário, Juan Gaidó autoproclamou-se Presidente interino da Venezuela, recebendo o apoio da maior parte da comunidade internacional, incluindo Portugal. A 19 de abril, Guidó convocou os venezuelanos para uma “grande mobilização” a 01 de maio, contra o regime de Maduro e para assinalar o Dia do Trabalhador.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Eleições Espanha 2015

Nem tudo vale na política

Dantas Rodrigues

Oportunismos como o da candidatura de Manuel Valls em Barcelona é que degradam a imagem da política e alimentam a propagação de partidos populistas sejam eles de extrema-direita ou de extrema-esquerda

Igreja Católica

Tríptico europeu /premium

P. Gonçalo Portocarrero de Almada

A Europa do terceiro milénio, perdida a sua identidade cristã, que era a razão de ser da sua unidade e grandeza, é um continente à deriva.

Clima

As crianças que lutam por um mundo pior /premium

Alberto Gonçalves

Na idade da menina Alice e do menino Gil, fiz diversas greves à escola a pretexto do clima: mal o sol aquecia, trocava as aulas pela praia. Faltou-me ser entrevistado pelos “media”.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)