O Kangoo Z.E. Concept, apresentado pela Renault, antecipa como será o próximo Kangoo, o pequeno furgão comercial mais vendido na Europa, que chamou a si em 2018 cerca de 46,2% do mercado. Se este share impressiona, a vantagem do modelo é ainda superior se considerarmos exclusivamente as versões eléctricas.

Juntamente com as novas Traffic e Master, os furgões de maior porte, a Renault revelou um protótipo que lança as bases para a próxima geração do Kangoo Z.E., a ser apresentada já no próximo ano. Com uma nova frente, que deverá ser herdada pelo veículo de produção, e uma ousada assinatura lateral e traseira, o concept mostra ainda soluções que dificilmente serão incluídas na produção em série, mais que não seja por uma questão de custos, determinantes num veículo comercial com estas características. Referimo-nos aos retrovisores exteriores por câmara de vídeo, em vez dos tradicionais espelhos, e as pegas de porta retrácteis.

Outra das mudanças diz respeito à tomada de recarga da bateria, que deixa de estar à frente, escondida por detrás do losango, deslocando-se para a lateral, mesmo à frente da porta do condutor. A marca não revelou ainda pormenores sobre a potência do motor, capacidade de bateria e a correspondente autonomia, sendo de esperar que os actuais 33 kWh sejam incrementados, para tornar o veículo mais versátil.

O futuro Kangoo Z.E. integrará a gama de comerciais eléctricos da Renault, que conta ainda com a enorme Master e o EZ-Flex, proposta que surpreende pela versatilidade e capacidade de carga, apesar das reduzidas dimensões.