459kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Adere à Fibra do MEO com a máxima velocidade desde 29.99/mês aqui.

À espera de um bebé real: das hashtags aos memes

Este artigo tem mais de 3 anos

Ainda o bebé de Harry e Meghan não nasceu e já há hashtags a acompanhar todos os desenvolvimentos. Também já são alguns os memes que ironizam com a ansiedade crescente em torno do nascimento real.

i

TOLGA AKMEN/AFP/Getty Images

TOLGA AKMEN/AFP/Getty Images

Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Em 2013, 2015 e 2018 a hashtag #GreatKateWait foi tendência no Twitter e simbolizava a expetativa dos utilizadores daquela rede social em relação aos bebés reais — primeiro veio George, depois Charlotte e por último Louis, os três filhos do icónico casal William e Kate. Em 2019 a conversa é outra: com o primeiro bebé de Harry e Meghan Markle prestes a ultrapassar a linha da meta são outras “etiquetas digitais” que proliferam na internet: venham daí a #sussexstandby e a #RoyalBabyWatch2019.

Diferentes jornalistas dedicados a cobrir os assuntos que envolvem a família real britânica estiveram na origem da primeira hashtag — #sussexstandby –, tal como atesta o correspondente real Chris Ship.

As hashtag não são, por enquanto, trending topic, mas já são motivo de alguns memes que sinalizam, uma vez mais, a ansiedade de alguns internautas. Seja disso exemplo aqueles que recorrem a personagens cinematográficas como a velhinha “Rose” do filme “Titanic” ou o já eterno “Mr. Bean”.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Loja Observador Lifestyle

A página está a demorar muito tempo.

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Este artigo só pode ser lido por um utilizador registado com o mesmo endereço de email que recebeu esta oferta.
Para conseguir ler o artigo inicie sessão com o endereço de email correto.