Aos 85 anos, e depois de 30 anos no trono, Akihito decidiu terminar uma era histórica (o império de “Heisei”) como imperador do Japão e abdicar do trono da mais antiga monarquia reinante do mundo, por questões de saúde. No seu último discurso, sublinhou que estas três décadas foram “uma bênção” e pediu que a era “Reiwa”, liderada pelo seu filho mais velho, o príncipe herdeiro Naruhito, “seja pacífica e frutífera”.

Nascido em 1933, Akihito foi nomeado imperador em 1989, após a morte do pai (o imperador Hirohito), e teve uma educação bem mais tradicional que a do filho, uma vez que viveu momentos como a fuga da II Guerra Mundial pelas montanhas de Nikko, quando ainda era criança. Casou em 1959 com Michiko, depois de a conhecer dois anos antes num campo de ténis em Karuizawa.

A partir desta quarta-feira, será o seu filho Naruhito o novo imperador do Japão. Da infância à subida ao trono e a permanência durante 30 décadas, veja a vida e o reinado de Akihito em 35 fotografias.

(Veja a fotogaleria acima com as imagens do imperador Akihito)