Rádio Observador

Beleza e Bem Estar

Sarah Chapman, a facialista “mais requisitada de Londres” que cuida da pele de Meghan Markle

As suas mãos estão asseguradas no valor de 1 milhão de libras e a sua clínica tem uma lista de espera de 12 semanas. Sarah Chapman tem uma lista de clientes de topo, incluindo a duquesa Meghan.

© Instagram/skinesis

Meghan Markle está prestes a ser mãe. O bebé dos duques de Sussex é esperado nos próximos dias e, até lá, a futura mãe goza do que é comummente conhecido como o “brilho da maternidade”. A pele de Meghan chamou a atenção da publicação Harper’s Bazaar que escreve que Sarah Chapman — a mulher por detrás da clínica de luxo Skinesis, na qual Meghan Markle deu entrada um dia antes do casamento real para cuidar do rosto — pode ser um dos motivos da aparência cuidada da duquesa.

Citada pela publicação já referida, Sarah Chapman partilhou algumas dicas relacionadas com os cuidados de pele durante a gravidez, as quais poderão estar a ser seguidas por Meghan Markle. Chapman considera que não é preciso alterar em demasia os cuidados de pele antes e durante a gravidez, uma vez que o “brilho da maternidade” depende de pessoa para pessoa — há quem sofra desequilíbrios hormonais durante a gestação e há quem tenha um brilho natural. É por isso que o mais importante é mesmo a hidratação.

“Recorrer a vitamina C é ótimo para controlar a pigmentação e para manter a pele realmente radiante. Mas acho que depende da pessoa, do que está a acontecer durante a gravidez, porque as pessoas respondem de forma muito diferente”, disse, referindo-se ainda a boas máscaras faciais, massagens, bons produtos e à não alteração drástica dos rituais de beleza prévios.

Mas quem é, afinal, a mulher que trabalha ainda com Victoria Beckham, Naomi Watts e Gigi Hadid? Sarah Chapman é considerada a mulher que cuida da pele de Meghan Markle, além de ser a “facialista mais cobiçada de Londres”, segundo a Harper’s Bazaar. Não é por acaso que a marca de cuidados de pele que criou — Skinesis — e a clínica de luxo com o mesmo nome acumulam quase 50 mil seguidores no Instagram. Os tutoriais de beleza publicados no Youtube têm alguns milhares de views.

Tida ainda como uma autoridade na indústria de beleza, é procurada não só por clientes de topo, como por editoras de beleza e socialites. A discreta clínica fica em Chelsea e, de acordo com o respetivo site, tem uma lista de espera que chega às 12 semanas — só findo esse período é possível fazer uma marcação. Os resultados de Chapman — que conciliam massagens faciais específicas com “tecnologia de ponta” — valeram-lhe uma longa lista de clientes fiéis e fizeram com que as suas mãos fossem asseguradas no valor de 1 milhão de libras, segundo o The Times.

A marca de cuidados de pele de Chapman foi criada em 2008 é o resultado de 20 anos de experiência na indústria de beleza. No seu currículo estão prémios como “Best New Prestige Skincare Brand” pela entidade Cosmetic Executive Women e “Best Anti-Ageing Facialist” pela Harper’s Bazaar, entre outras distinções.

Antes desta linha de produtos, Chapman estudou de tudo um pouco — treinou enquanto “make up artist” e chegou a trabalhar em maquilhagem para efeitos especiais, estudou aromaterapia e tirou um curso de cabeleireira. Em entrevista chegou a revelar que foi o pai quem a encorajou a experimentar diferentes áreas. “Tens a vida toda para trabalhar”, foi o grande conselho. Chapman trabalhou para diversas empresas de cuidados de pele antes de se aventurar no projeto próprio.

Esta é também a mulher que à edição portuguesa da Vogue defende que o segredo para uma pele brilhante é a limpeza: “Uma limpeza dupla pode fazer toda a diferença na clareza e radiância da pele, ajudando a uma melhor penetração dos produtos que se seguem.” Nos tempos que correm, Chapman assegura que a principal preocupação das clientes é conseguir obter a melhor versão delas próprias, quando no passado a corrida era contra o envelhecimento. “Não é sobre parecermos mais novas, mas sim termos uma pele impecável que parece natural — o que significa que não temos de acumular base — independentemente da nossa idade”, disse, citada pela Harper’s Bazaar.

Não queremos ser todos iguais, pois não?

Maio de 2014, nasceu o Observador. Junho de 2019, nasceu a Rádio Observador.

Há cinco anos poucos acreditavam que era possível criar um novo jornal de qualidade em Portugal, ainda por cima só online. Foi possível. Agora chegou a vez da rádio, de novo construída em moldes que rompem com as rotinas e os hábitos estabelecidos.

Nestes anos o caminho do Observador foi feito sem compromissos. Nunca sacrificámos a procura do máximo rigor no nosso jornalismo, tal como nunca abdicámos de uma feroz independência, sem concessões. Ao mesmo tempo não fomos na onda – o Observador quis ser diferente dos outros de órgãos de informação, porque não queremos ser todos iguais, nem pensar todos da mesma maneira, pois não?

Fizemos este caminho passo a passo, contando com os nossos leitores, que todos os meses são mais. E, desde há pouco mais de um ano, com os leitores que são também nossos assinantes. Cada novo passo que damos depende deles, pelo que não temos outra forma de o dizer – se é leitor do Observador, se gosta do Observador, se sente falta do Observador, se acha que o Observador é necessário para que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia, então dê o pequeno passo de fazer uma assinatura.

Não custa nada – ou custa muito pouco. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: acmarques@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)