O Conselho de Administração da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) deliberou “indeferir os pedidos de registo” das ofertas públicas de aquisição “sobre as ações representativas do capital social” da EDP e da EDP Renováveis que a China Three Gorges anunciou a 11 de maio de 2018.

Num comunicado disponibilizado no respetivo site, lê-se que a CMVM arquiva definitivamente a OPA da EDP: “o Conselho de Administração da CMVM deliberou, a 30 de abril de 2019, indeferir os pedidos de registo daquelas ofertas públicas de aquisição, por esse efeito extinguindo os respetivos procedimentos administrativos.”

Segundo o jornal Expresso, a China Three Gorges fica impedida de voltar a lançar uma OPA à EDP ou à EDP Renováveis durante o período de um ano.

Recorde-se que a 24 de abril os acionistas da EDP votaram contra a mudança de estatutos com 56,6% dos votos. A Oferta Pública de Aquisição lançada pela China Three Gorges caiu por terra, mas parceria é para manter e desenvolver.