O agrupamento Transportes Intermodais do Porto (TIP), que gerem o tarifário Andante, registaram um aumento de vendas de abril para maio de nove mil passes metropolitanos no Porto, foi esta quarta-feira revelado.

Em resposta à Lusa, fonte do Agrupamento Complementar de Empresas (ACE) TIP, afirmou que, de abril para maio, e depois da entrada em vigor do passe único, aumentaram de 76 para 85 mil as assinaturas intermodais metropolitanas carregadas e pagas. Já o passe de acesso até três zonas (Z3) diminuiu de 109 para 92 mil.

Relativamente à operação do Metro do Porto, o TIP explica que a procura acumulada de janeiro a maio é superior em 9% “face ao período homólogo”. “As comparações relativas ao período desde a entrada em vigor do passe único são inconclusivas, visto que o mesmo coincidiu com férias escolares”, sublinhou a mesma fonte. O TIP salientou ainda ter havido um “reforço geral” da oferta nos transportes.

O novo passe Andante da Área Metropolitana do Porto (AMP) custa no máximo 40 euros mensais por utente e permite viajar em todos os operadores de transportes públicos na região. Já o passe municipal, válido para cada um dos 17 concelhos que integram a AMP, tem o custo de 30 euros para viagens dentro do concelho ou até três zonas contíguas.