Angola

Presidente angolano exonera secretários de Estado da Defesa, das Águas e das Obras Públicas

Os secretários de Estado das Águas e das Obras Públicas foram exonerados por "conveniência de serviço". Loureço nomeou para os cargos José Maria de Lima, Lucrécio da Costa e Carlos dos Santos.

Em janeiro deste ano, João Lourenço já havia exonerado e substituído ministros e secretários de Estado

AMPE ROGERIO/EPA

O Presidente de Angola, João Lourenço, exonerou esta sexta-feira, por decreto, os secretários de Estado da Defesa, Águas e Obras Públicas, cargos para que foram nomeados em outubro de 2017, indica esta sexta-feira uma nota oficial.

Segundo um comunicado da Casa Civil do Presidente angolano, João Lourenço exonerou, a pedido do visado, Gaspar Santos Rufino (secretário de Estado da Defesa), e por “conveniência de serviço”, Luís Filipe da Silva (Águas) e Fernando Malheiros José Carlos (Obras Públicas).

Para os respetivos lugares, o chefe de Estado angolano nomeou José Maria de Lima (secretário de Estado da Defesa), que deixa a presidência do Instituto de Defesa Nacional, ligado ao ministério homónimo, Lucrécio Alexandre Manuel da Costa (Águas) e Carlos Alberto Gregório dos Santos (Obras Públicas).

A última mexida no Governo angolano ocorreu a 2 de janeiro deste ano, quando João Lourenço substituiu as ministras das Pescas e do Mar, Victória de Barros Neto, nomeando Maria Antonieta Josefina Sabina Baptista, e da Ação Social, Família e Promoção da Mulher, Victória Francisco Correia da Conceição, colocando no seu lugar Faustina de Almeida Alves. Na mesma altura, o Presidente angolano exonerou igualmente Carlos Alberto Jaime Pinto do cargo de secretário de Estado da Agricultura e Pecuária, tendo nomeado, por decreto, para as mesmas funções José Carlos Lopes da Silva Bettencourt.

O Governo angolano, liderado desde setembro de 2017 por João Lourenço, conta com 32 ministros (incluindo três de Estado), mais um do que o último de José Eduardo dos Santos, que foi chefe de Estado entre 1979 e 2017. O Presidente de Angola também exonerou quatro vice-governadores provinciais, em Luanda e na Lunda Sul, também por “conveniência de serviço”, todos nomeados para as funções a 25 de outubro de 2017.

No Governo Provincial de Luanda, João Lourenço exonerou o vice-governador para o Setor Económico, Júlio Marcelino Vieira Bessa; para os Serviços Técnicos e Infraestruturas, José Paulo Kai, e para o Setor Político e Social, Ana Paula dos Santos Corrêa Victor. Para os respetivos lugares, o Presidente angolano nomeou Lino Quienda Mateus Sebastião (vice-governador da província de Luanda para o Setor Económico), Elizabeth de Fátima Tavares Matos Rafael (para os Serviços Técnicos e Infraestruturas) e Dionísio Manuel da Fonseca (para o Setor Político e Social).

No Governo provincial da Lunda Sul, João Lourenço exonerou Ofélia Madalena Jeremias Uqueve Xiri do cargo de Vice-Governadora para Setor Político, Social e Económico, nomeando, para o lugar, Cassongo João da Cruz.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)