Concertos

Capitão Fausto, The Gift e Paus no EA Live em outubro no Campo Pequeno em Lisboa

126

O espetáculo EA Live está marcado para 12 de outubro no Campo Pequeno, em Lisboa. O cartaz é composto por sete bandas, incluindo Capitão Fausto, The Gift, Paus e Stereossauro, e Gabriel o Pensador.

Na segunda edição do espetáculo EA Live atuam, além de Capitão Fausto, The Gift, Paus, Stereossauro e Gabriel o Pensador, Diabo na Cruz e Keep Razors Sharp

MIGUEL A. LOPES/LUSA

Seis bandas e artistas portugueses, incluindo Capitão Fausto, The Gift, Paus e Stereossauro, e o brasileiro Gabriel o Pensador atuam em outubro no Campo Pequeno, na segunda edição do espetáculo EA Live, anunciou esta terça-feira a organização.

O espetáculo está marcado para 12 de outubro e o cartaz é composto por “sete bandas, com atuações de 40 minutos, e vários DJ set, de 20 minutos, enquanto decorrem as mudanças de palco”, de acordo com a organização num comunicado hoje divulgado.

Na segunda edição do espetáculo EA Live atuam, além de Capitão Fausto, The Gift, Paus, Stereossauro e Gabriel o Pensador, Diabo na Cruz e Keep Razors Sharp.

“Os géneros musicais serão outra vez variados porque a música, sendo uma, acolhe a diversidade falando sempre o mesmo idioma. Há consagrados e talentos que se estão a descobrir. Há rock, pop, rap. Há emoção”, refere a organização.

A EA Live, uma iniciativa da Fundação Eugénio de Almeida, começou no verão de 2017, em Évora, onde aquela instituição está sediada, com um ciclo de concertos intimistas de artistas e bandas como JP Simões, Luísa Sobral, Osso Vaidoso e Dead Flowers.

No verão do ano passado, atuaram em Évora, no âmbito da iniciativa, Dead Combo, Salvador Sobral, Rui Massena, Camané, Carmen Souza e Jorge Palma, entre outros.

A 30 de maio do ano passado, oito bandas e artistas portugueses passaram pelo palco do Coliseu de Lisboa, naquela que seria a primeira edição do espetáculo EA Live.

Allen Halloween, Luís Severo, Samuel Úria, You Can’t Win Charlie Brown, Mão Morta, Linda Martini, The Legendary Tigerman e Encore Project.

A Fundação Eugénio de Almeida, criada na década de 1960, é “uma instituição de direito privado e utilidade pública, cujos fins estatutários se concretizam nos domínios cultural, educativo, social, e espiritual, visando o desenvolvimento humano pleno, integral e sustentável da região de Évora”, lê-se no ‘site’ daquela instituição.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Crónica

Portugal, um país à prova de fake news /premium

José Diogo Quintela

Porra Vasily! Então, mas o que é que andas a fazer, pá? Portugal não necessita dos nossos trolls, nem das nossas fake news. Os partidos tradicionais encarregam-se de escangalhar a imagem da democracia

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)