Uma baleia-corcunda emergiu do fundo do oceano e quase atingia o barco de um pescador em Monterey Bay, California. O momento foi capturado pelo fotógrafo Douglas Croft, noticia a Sky News.

“Foi muito entusiasmante. A época do salmão coincide com a altura em que baleias-corcunda regressam a Monterey Bay para se alimentaram para o verão e estavam centenas de barcos na baía a pescar”, explicou Croft. “Esta baleia já tinha aparecido algumas vezes antes da fotografia”, continuou.

Douglas Croft estava acompanhado da observadora de baleias Kate Cummings, que também capturou o salto da baleia em vídeo, e ambos testemunharam o momento a partir de outro barco. “Fui para o porão para fotografar através de uma escotilha próxima da linha do mar”, disse Croft, explicando o porquê de o tamanho da baleia se tornar ainda mais imponente.

Cummings explicou que quando as baleias “saltam”, procuram ganhar ímpeto debaixo de água para se dirigirem numa direção. “Calculei que o próximo salto fosse próximo do pescador, porque a baleia estava a ir nessa direção. E assim foi”, disse a observadora.

https://www.youtube.com/watch?v=vN-D4QEWmng

Segundo a National Geographic, estes animais saltam com ajuda da enorme barbatana caudal de que dispõem. Viajam grandes distâncias nos oceanos, mas são frequentemente vistas em zonas costeiras, onde se alimentam de crustáceos, plâncton e pequenos peixes. São conhecidas por emitirem “cantos, gemidos, uivos, gritos e outros barulhos”. Estes sons podem durar horas e os cientistas acreditam que têm como finalidade comunicar com outras baleias ou atrair potenciais parceiros. As crias de baleias-corcunda não param de crescer até terem dez anos de idade e esta espécie pode atingir 19 metros de comprimento, com um peso de cerca de 40 toneladas.