Moda

Google e Stella McCartney juntos em projeto piloto por uma moda mais sustentável

É uma das notícias saídas da Cimeira da Moda em Copenhaga. A Google vai unir-se à marca Stella McCartney com um sistema que promete reduzir o impacto ambiental de uma das indústria mais poluentes.

Stella lançou a sua marca, homónima, em 2001, numa parceria com o aglomerado de luxo Kering © Getty Images

AFP/Getty Images

Não é novidade que a pegada ambiental gerada pela indústria da moda é gigantesca, o equivalente a dizer zero trendy. Em jeito de antecipação da Copenhagen Fashion Summit, que decorre na capital dinamarquesa, a Monocle voltou a por o dedo na ferida recordando os números que obrigam a repensar e discutir com urgência máxima a questão da sustentabilidade do setor. “Por volta de 2030, 102 milhões de toneladas de roupa serão produzidos por ano e estima-se que 81% dessas roupas acabarão no lixo”, descreve a publicação.

Um dos principais desafios das marcas encontra-se a montante de todo o processo, ao nível dos fornecedores — na prática existe uma falha de informação que compromete o sistema, e é aqui que o gigante tecnológico Google entrará em ação.

Da cimeira sai a notícia de que a empresa está a desenvolver um sistema piloto que permitirá dar às marcas uma visão global mais eficiente das suas cadeias de produção, sobretudo quando falamos das matérias-primas no seu estado mais bruto. É nesta fase que se assinalam os valores mais alarmantes, com o setor a ser responsável por 20% do desperdício de água  e 10% das emissões de carbono no mundo.

Uma criação Stella McCartney saída do desfile outono-inverno 2019/2020, em março deste ano © Philippe Lopez / AFP/ Getty Images.

O projeto será desenvolvido em parceria com a marca eco Stella McCartney, conhecido que é o foco da designer britânica na pasta da sustentabilidade no que toca ao mercado de luxo. De acordo com a Harper’s Bazaar, “a ferramenta da Google usará um algoritmo de análise de dados para compilar a informação” de forma a obter valores concretos que orientem o resto da indústria. O modelo piloto começará a analisar matérias como o algodão e a viscose, eleitos dada a sua escala de produção e o nível de impacto.

No final, o objetivo é que com a informação do seu lado as marcas possam decidir de forma mais consciente e eleger as práticas mais sustentáveis.

O evento de 2019 conta com a participação de alguns oradores-chave, casos do empresário francês François-Henri Pinault, o CEO da Kering e presidente do grupo de luxo Artémis, e de John Hoke, responsável pelo design da popular Nike, e dificilmente poderá deixar de fora da agenda a questão da economia circular e como aumentar a respetiva escala quando falamos do universo da moda.

Todos queremos saber mais. E escolher bem.

A vida é feita de escolhas. E as escolhas devem ser informadas.

Há uns meses o Observador fez uma escolha: uma parte dos artigos que publicamos deixariam de ser de acesso totalmente livre. Esses artigos Premium, por regra aqueles onde fazemos um maior investimento editorial e que mais diferenciam o nosso projecto, constituem a base do nosso programa de assinaturas.

Este programa Premium não tolheu o nosso crescimento – arrancámos mesmo 2019 com os melhores resultados de sempre.

Este programa tornou-nos mesmo mais exigentes com o jornalismo que fazemos – um jornalismo que informa e explica, um jornalismo que investiga e incomoda, um jornalismo independente e sem medo. E diferente.

Este programa está a permitir que tenhamos uma nova fonte de receitas e não dependamos apenas da publicidade – porque não há futuro para a imprensa livre se isso não acontecer.

O Observador existe para servir os seus leitores e permitir que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia. Por isso o Observador também é dos seus leitores e necessita deles, tem de contar com eles. Como subscritores do programa de assinaturas Observador Premium.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: mrsilva@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)