A PSA acaba de anunciar a criação da Spoticar, uma nova insígnia sob a qual reagrupará e comercializará os veículos usados das suas diferentes marcas, excepto da DS, que manterá independente a operação da DS Certified. Neste mercado, que globalmente regista 150 milhões de vendas, o grupo francês realiza hoje mais de 800.000 transacções/ano. Porém, no âmbito do plano “Push to Pass”, a meta é ultrapassar a fasquia de 1 milhão de vendas até 2021.

Para alcançar esse objectivo, num mercado que a PSA descreve como “em forte crescimento, altamente concorrencial e altamente digitalizado”, a Spoticar vai ser lançada em 11 países europeus “muito rapidamente”, no decorrer deste ano. Em França, a nova marca já foi lançada, seguindo-se-lhe a Alemanha, Áustria, Bélgica, Espanha, Itália, Holanda, Polónia, Portugal, Reino Unido e Suíça – não necessariamente por esta ordem.

A estratégia passa por combinar um website específico com uma rede de pontos de venda espalhados por todo o país, onde a PSA promete oferecer ao cliente aconselhamento e acompanhamento personalizados. Mas a abordagem da Spoticar é ainda mais “agressiva”, com a diferença face à concorrência a centrar-se numa “proposta do tipo ‘satisfeito ou reembolsado’”. Significa isto que, após a aquisição, se o cliente se arrepender da compra, pode voltar atrás e proceder à devolução da viatura. Tem, contudo, apenas cinco dias para o fazer e 1.000 km, sendo que ao reembolso serão subtraídos os custos de matriculação, administrativos e combustível.

Simultaneamente, a Spoticar vai disponibilizar aquilo a que chama de “garantia premium”, a qual assegura a manutenção do usado durante 15.000 km ou um ano, sem que aí se incluam os pneus ou outras peças de desgaste.