Rádio Observador

Land Rover

Este Range Rover é (só) para quem quer viajar no espaço

Em colaboração com a Virgin, a divisão Special Vehicle Operations da Land Rover concebeu uma edição especial do Range Rover, destinada apenas aos aventureiros do espaço. O resultado é… astronómico.

Há coisas que o dinheiro não pode comprar. Quem quiser ter uma das unidades da nova edição especial do Range Rover, denominada Astronaut Edition, só a pode adquirir se estiver inscrito para viajar até ao espaço com a Virgin Galactic.

Altamente limitada, porque dirigida a um selecto grupo de aventureiros, esta versão especial foi desenvolvida em parceria com a companhia do empresário britânico Richard Branson, tomando como ponto de partida a já de si muito interessante versão Autobiography. Partindo dessa base, a divisão Special Vehicle Operations (SVO) da Land Rover recheou o seu polivalente SUV de detalhes à medida da denominação desta edição. À carroçaria pintada num azul designado por Zero Gravity Blue somam-se pormenores como a imagem projectada pelos espelhos retrovisores exteriores, que “desenham” no chão a silhueta da SpaceShip Two, a nave espacial suborbital da Virgin Galactic, capaz de atingir 4.000 km/h, que voou pela primeira vez em Outubro de 2010.

No interior, o logótipo “DNA of Flight” surge um pouco por todo o lado e até os porta-copos remetem para o espaço, tendo sido produzidos sob medida a partir do patim de aterragem da nave espacial.

O preço deve ser de ir à lua ou de bradar aos céus, pois não foi revelado. Sabe-se apenas que os compradores poderão optar entre duas mecânicas a gasolina. A mais potente recorre a um V8 de 5,0 litros sobrealimentado, debitando 525 cv e 625 Nm de binário máximo, enquanto a mais “sustentável” é representada pela motorização híbrida plug-in P400e (404 cv e 640 Nm), cuja bateria de 13,1 kWh lhe permite percorrer 42 km em modo eléctrico.

Comparador de carros novos

Compare até quatro, de entre todos os carros disponíveis no mercado, lado a lado.

Comparador de carros novosExperimentar agora
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: scarvalho@observador.pt
Minas

O lítio. Contra a desinformação marchar, marchar!

Filipe Anacoreta Correia

A extração do lítio não representa um retorno elevado e a acontecer seria o mais grave atentado à riqueza do nosso país: o desenvolvimento sustentável e a preservação do seu património natural.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)