O projeto de investigação português Vawlt Technologies agariou 500 mil euros num investimento do Fundo de Transferência de Tecnologia da Armilar Venture Partners (antiga Espírito Santo Ventures). É o primeiro investimento do fundo de 60 milhões de euros lançado em fevereiro, que tem como objetivo apoiar o desenvolvimento de empresas que visem comercializar tecnologias e produtos que resultem de investigação científica e tecnológica, desenvolvidas em Portugal e na Europa.

A Vawlt Technologies é um spin-off da Faculdade de Ciências, da Universidade de Lisboa, que desenvolveu uma solução multicloud que cifra e armazena dados de acordo com as preferências do utilizador, distribuindo-os por vários serviços “na nuvem” que são públicos, como os da Amazon, Microsoft, entre outros.  Depois de ter lançado uma solução para particulares,  investimento vai permitir à startup focar-se num produto para o mercado empresarial.

“Estamos muito entusiasmados e positivamente ansiosos para continuar o trabalho que temos vindo a desenvolver. Acreditamos muito no valor que esta tecnologia tem para oferecer às empresas que lidam com dados, especialmente os mais críticos e sensíveis, numa altura em que a segurança e a privacidade são desafios muito prementes no mundo empresarial”, afirma Bruno Santos Amaro, CEO e cofundador da Vawlt Technologies, em comunicado.

A Armilar Venture Partners existe há 19 anos e investe em empresas nas áreas de Tecnologias de Informação e Comunicação (ICT), aplicadas à Saúde (HealthTech) e ao Ambiente (CleanTech). Direciona-se a empresas de forte base tecnológica em fases muito iniciais Atualmente, a Armilar tem cerca de 260 milhões de euros sob gestão, em cinco fundos. O Armilar Venture Partners TechTransfer Fund é apoiado pela InnovFin Equity, com o apoio financeiro da União Europeia, e cofinanciado pelo Fundo de Capital e Quase Capital gerido pela IFD – Instituição Financeira de Desenvolvimento.