Cerca de 15.500 “coletes amarelos” manifestaram-se pelo 27º sábado consecutivo em várias cidades de França, segundo dados do ministério do Interior francês contestados pelo movimento que aponta para mais de 40 mil manifestantes.

Os dados oficiais apontam para a mobilização mais fraca desde o início do movimento há seis meses, mas são contestados pelos “coletes amarelos”, que apontam para 41 mil manifestantes.

Na semana passada, cerca de 18.600 manifestantes protestaram em todo o país, segundo o ministério.

A uma semana das eleições para o Parlamento Europeu, desfilaram pelas ruas de Paris cerca de 1.600 pessoas.

Além de Paris, foram registadas manifestações em Reims (nordeste), Nancy (este), Lens (norte), Marselha (sudeste) e Toulouse (sudoeste).

Não há registo de incidentes violentos durante as manifestações deste sábado.

As manifestações dos “coletes amarelos”, que começaram por ser contra um aumento do imposto sobre os combustíveis e depois se alargaram ao elevado custo de vida, descambaram muitas vezes em cenas de violência, nomeadamente em Paris e outras grandes cidades como Bordeaux ou Toulouse.