Os Estados Unidos e o Canadá acabam de anunciar que vão eliminar as taxas que estavam a ser aplicadas desde o ano passado sobre as importações de alumínio e aço, conta a BBC. Na altura da implementação da taxa de 25% sobre o alumínio e 10% sobre o aço, a administração Trump invocou “razões de segurança nacional” que parecem agora estar ultrapassadas.

A tomada de posição, que deve ser estendida ao México nas próximas horas, mostra uma abertura dos Estados Unidos ao mercado dos países vizinhos, o que pode servir como primeiro passo para um novo acordo comercial, até aqui barrado precisamente por estas taxas.

As importações de aço e alumínio da União Europeia também têm aplicação de taxas e, neste caso, Donald Trump ainda não deu sinais de as querer levantar.