Eleições Europeias

“O pior foram as pancadas e estar encarcerado quase uma hora”

575

Pedro Santana Lopes recordou o acidente de carro que teve esta quarta-feira, em plena campanha. "É um milagre estarmos os dois vivos", diz. Fadiga pode ter estado por trás do acidente.

Pedro Santana Lopes, que após o acidente esteve um dia internado no hospital está a recuperar de uma contusão pulmonar

ANTÓNIO COTRIM/LUSA

“O pior foram as pancadas e estar encarcerado quase uma hora.” É dessa forma como o ex-primeiro-ministro e líder do Aliança recordou ao Sol o acidente de carro vivido por ele próprio e pelo cabeça-de-lista do partido às eleições para o Parlamento Europeu, Paulo de Almeida Sande. O carro em que ambos seguiam, e que Pedro Santana Lopes conduzia, despistou-se na A1, entre Pombal e Leiria, onde capotou várias vezes.

“É um milagre estarmos os dois vivos”, acrescentou jornal o político que, neste momento, está a recuperar de uma contusão pulmonar. O líder do Aliança acabou por ser transportado de helicóptero para o hospital de Coimbra, onde passou uma noite.

Várias horas depois do acidente, Paulo de Almeida Sande, que chegou a ser observado no hospital mas que teve alta no próprio dia, admitiu que na causa do acidente pode ter estado fadiga.

“Hoje levantámo-nos às cinco da manhã nos Açores, e depois o dia inteiro de grande pressão que temos, sobretudo na sequência de muitos dias em que isto está a ser feito, este tipo de vida, este ritmo, esta pressão, acaba por gastar as pessoas, e é normal que tenha havido, é possível, mas não sei”, salientou.

Oiça as melhores histórias destas eleições europeias no podcast do Observador Eurovisões, publicado de segunda a sexta-feira até ao dia do voto.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: jadias@observador.pt
Ambiente

A onda verde na UE e os nacionalismos

Inês Pina
134

Se hoje reduzíssemos as emissões de CO2 a zero já não impedíamos a subida de dois graus centígrados. E estes “míseros” dois graus vão conduzir ao fim das calotas polares e à subida do nível do mar.

Eleições Europeias

Os ventos que sopram da Europa

Jose Pedro Anacoreta Correira

É preciso explicar que o combate pela redução de impostos não significa menos preocupação social. É precisamente o inverso: um Estado menos pesado contribui para uma sociedade mais justa. 

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)