Quatro pessoas morreram e 21 ficaram feridas, entre as quais dois estrangeiros, quando um automóvel antigo invadiu a calçada da avenida Malecón, em Havana, atropelando um grupo de transeuntes.

De acordo com a agência espanhola EFE, uma das vítimas morreu no local do acidente, que aconteceu às primeiras horas deste domingo [em Havana são menos cinco horas do que em Lisboa]. Um dos quatro mortos é um jornalista cubano: Ulises Canales, da agência Prensa Latina.

Segundo a Comissão de Segurança Viária de Havana, citada pela EFE, o condutor do automóvel perdeu o controlo do veículo, aparentemente devido a problemas técnicos, e entrou na calçada na zona norte do Malecón, emblemática avenida marginal onde habitualmente circulam muitas pessoas, quando se dirigia do centro de Havana para a Plaza de la Revolución.

Entre os 21 feridos, cinco estão em estado grave. Dois dos feridos são estrangeiros, cujas identidades e nacionalidades não foram reveladas.