Ministério da Cultura

Medalha de Mérito distingue Maria João Pires por “serviço de exceção” na divulgação cultural

215

A governante realçou que cada nome que é homenageado eleva a cultura portuguesa, deixando, como Maria João Pires, um registo inapagável. "É também um gesto de agradecimento do Governo", disse.

A cerimónia realizou-se no Centro Belgais para o Estudo das Artes, em Escalos de Baixo

ANTÓNIO JOSÉ/LUSA

A ministra da Cultura atribuiu este domingo em Belgais, Castelo Branco, a Medalha de Mérito Cultural à pianista Maria João Pires, destacando o seu “serviço de exceção” na divulgação cultural e a sua “entrega à música”.

Esta medalha simboliza um compromisso do Governo com as artes e uma aproximação entre as políticas públicas para a Cultura e aqueles que, através do país e ao longo do tempo, prestaram um serviço de exceção na ação e divulgação cultural em Portugal”, afirmou Graça Fonseca.

A governante, que falava durante a atribuição da Medalha de Mérito Cultural, no Centro Belgais para o Estudo das Artes, em Escalos de Baixo, explicou que foi com Maria João Pires que aprendeu não apenas a gostar, mas, fundamentalmente, “a serenar e a sonhar a vida ao som de música clássica”.

“É, pois, com enorme sentimento de humildade e de gratidão que hoje aqui estou – como pessoa, mas também com um imenso orgulho por aqui representar o Governo português neste momento, tão simbólico como relevante, de reconhecimento e agradecimento pelo talento extraordinário e pela entrega à música”, sustentou. Graça Fonseca sublinhou que a entrega da distinção à pianista “é um privilégio maior” após o recital “De Budapeste ao Delta”, do ciclo de concertos “O Fio de Danúbio”, em Belgais.

Este é verdadeiramente um espaço de cultura, no sentido mais amplo que a ideia consegue conter, com um cariz pedagógico e social a complementar este lugar da e para a música. E é este, também, o sentido abrangente que a ideia de cultura ganha na carreira, no trabalho e no exemplo de exceção de Maria João Pires, numa vida dedicada à música, que este espaço tão bem exemplifica”, declarou.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, esteve também na cerimónia, mas não prestou declarações.

Segundo a ministra da Cultura, há um amplo sentido na atribuição desta medalha, ou seja, este reconhecimento é encarado como um “poder-dever, no sentido de que, sendo uma atribuição do Governo, ela não corresponde apenas ao mérito que pretende traduzir, mas também ao cumprimento de um imperativo de memória e de aproximação”.

A governante realçou que cada nome que é homenageado eleva a cultura portuguesa, deixando, como Maria João Pires, um registo inapagável. “É também um gesto de agradecimento do Governo português a Maria João Pires por uma vida dedicada à música, à sua interpretação, premiada e distinguida com o consenso tanto da comunidade artística como do público”, concluiu.

Pianista Maria João Pires promete “tudo fazer” para merecer a Medalha

A pianista Maria João Pires afirmou que não sabe se mereceu no passado a Medalha de Mérito Cultural. “Quero agradecer esta medalha, mas queria agradecer-lhe a medalha para o futuro. Eu não sei se a mereci no passado, mas vou fazer tudo o que posso para a merecer no futuro”, afirmou a pianista portuguesa.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, esteve também na cerimónia, mas não prestou declarações (Foto: ANTÓNIO JOSÉ / LUSA)

A pianista, visivelmente emocionada com a distinção, recordou que Belgais existe para fazer um trabalho útil e construtivo para a sociedade e para as novas gerações, como forma de usar e fazer arte, “para que o mundo seja melhor e as pessoas mais felizes”. “Nós somos um laboratório em Belgais, na medida em que tudo o que fazemos é um pouco experimental e isso precisa muito, não do reconhecimento, mas de as pessoas acreditarem. A vossa presença foi essencial aqui e é muito importante para nós”, concluiu.

Todos queremos saber mais. E escolher bem.

A vida é feita de escolhas. E as escolhas devem ser informadas.

Há uns meses o Observador fez uma escolha: uma parte dos artigos que publicamos deixariam de ser de acesso totalmente livre. Esses artigos Premium, por regra aqueles onde fazemos um maior investimento editorial e que mais diferenciam o nosso projecto, constituem a base do nosso programa de assinaturas.

Este programa Premium não tolheu o nosso crescimento – arrancámos mesmo 2019 com os melhores resultados de sempre.

Este programa tornou-nos mesmo mais exigentes com o jornalismo que fazemos – um jornalismo que informa e explica, um jornalismo que investiga e incomoda, um jornalismo independente e sem medo. E diferente.

Este programa está a permitir que tenhamos uma nova fonte de receitas e não dependamos apenas da publicidade – porque não há futuro para a imprensa livre se isso não acontecer.

O Observador existe para servir os seus leitores e permitir que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia. Por isso o Observador também é dos seus leitores e necessita deles, tem de contar com eles. Como subscritores do programa de assinaturas Observador Premium.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Desigualdade

Estudar é para todos?

José Ferreira Gomes

Todos os jovens merecem igual consideração e há que evitar oferecer diplomas sem valor futuro no mercado de trabalho. O facilitismo só vem prejudicar os jovens, em especial os socialmente mais frágeis

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)