Sporting

A três dias da final da Taça de Portugal, Wendel foi detido por conduzir sem carta. Está “arrependido”

895

O futebolista ficou com termo de identidade e residência e será presente a juiz esta quinta-feira. Numa publicação nas redes sociais, afirmou estar "arrependido" e prometeu foco na final.

Médio de 21 anos chegou a Portugal em 2018, no mercado de janeiro, tendo conseguido lugar na equipa sobretudo esta temporada

TIAGO PETINGA/LUSA

Wendel, jogador do Sporting, foi detido esta quarta-feira por conduzir sem carta. De acordo com a TVI, o brasileiro circulava na zona de Alcochete, perto da Academia do clube, acompanhado pela mulher e outros familiares quando foi apanhado numa fiscalização de rotina. Foi entretanto ouvido pela GNR, numa altura em que faltam três dias para a final da Taça de Portugal, onde o Sporting defronta o FC Porto.

A TVI indica ainda que o médio de 21 anos admitiu desde logo que não tinha carta de condução e não ofereceu qualquer resistência à detenção. Wendel foi constituído arguido e ficou com termo de identidade e residência, sendo presente a juiz esta quinta-feira, por volta das 10h, no Tribunal do Montijo.

Já durante a noite, o futebolista brasileiro confirmou a veracidade das notícias através de uma publicação nas suas redes sociais. Wendel publicou uma mensagem em que afirmava estar “em casa, em família e arrependido” e prometia foco “na final de sábado”.

O jogador brasileiro está em Portugal desde janeiro de 2018, altura em que foi contratado pelo Sporting ao Fluminense, e afirmou-se na equipa e no habitual onze inicial desde a chegada de Marcel Keizer ao comando técnico dos leões, em novembro do ano passado. Em abril, Wendel esteve sob a alçada disciplinar do Sporting por ter viajado até Turim para assistir ao Juventus-Ajax, dos quartos de final da Liga dos Campeões, sem autorização do clube. O médio acabou por falhar a deslocação à Madeira para defrontar o Nacional, tendo ainda pago uma avultada multa pecuniária.

Em abril de 2018, perante a escassa utilização, Wendel teve alguns desabafos nas redes sociais que caíram mal entre responsáveis leoninos, nomeadamente quando escreveu “Deus, se não fosse você não suportaria esse mundo”, interpretado como uma crítica pela falta de oportunidades de Jorge Jesus. Nessa altura, o UOL Esporte falou num conflito entre SAD e treinador por causa do médio brasileiro, que de acordo a publicação teria sido contrato sem o aval do antigo técnico leonino.

Já esta temporada, depois da paragem para os compromissos das seleções nacionais, o brasileiro esteve afastado da equipa principal trabalhando com os Sub-23 por ter chegado atrasado à Academia e pela atitude nos treinos. No entanto, com a chegada de Marcel Keizer ao comando da formação verde e branca, Wendel conseguiu ganhar um lugar no meio-campo com Gudelj e Bruno Fernandes, algo que se manteve durante quase todos os encontros a não ser por lesão ou castigo, levando nesta fase um total de 2.437 minutos em 32 jogos entre Campeonato, Taça de Portugal, Taça da Liga e Liga Europa.

Todos queremos saber mais. E escolher bem.

A vida é feita de escolhas. E as escolhas devem ser informadas.

Há uns meses o Observador fez uma escolha: uma parte dos artigos que publicamos deixariam de ser de acesso totalmente livre. Esses artigos Premium, por regra aqueles onde fazemos um maior investimento editorial e que mais diferenciam o nosso projecto, constituem a base do nosso programa de assinaturas.

Este programa Premium não tolheu o nosso crescimento – arrancámos mesmo 2019 com os melhores resultados de sempre.

Este programa tornou-nos mesmo mais exigentes com o jornalismo que fazemos – um jornalismo que informa e explica, um jornalismo que investiga e incomoda, um jornalismo independente e sem medo. E diferente.

Este programa está a permitir que tenhamos uma nova fonte de receitas e não dependamos apenas da publicidade – porque não há futuro para a imprensa livre se isso não acontecer.

O Observador existe para servir os seus leitores e permitir que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia. Por isso o Observador também é dos seus leitores e necessita deles, tem de contar com eles. Como subscritores do programa de assinaturas Observador Premium.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: mfernandes@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)