A Geely, marca que tal como a Volvo e a Lynk & Co tem por detrás Li Shufu, o empresário chinês que também se tornou o maior accionista da Daimler, acaba de arrancar com a comercialização de um SUV coupé repleto de tecnologia, que tem a particularidade de não esconder uma forte “inspiração” na estética do BMW X4, sobretudo na secção traseira e na forma como o tejadilho descai.

Construído sobre a base que serve o Volvo XC40, o Xing Yue – assim se chama o SUV – integra um arsenal de tecnologia, bem ao gosto da clientela chinesa. Exemplo disso é o Face ID, funcionalidade que opera por reconhecimento facial, adaptando automaticamente diferentes parâmetros às exigências do condutor que identifica – do ajuste dos bancos ao dos espelhos retrovisores, sem esquecer as definições pré-programadas no sistema de infoentretenimento. Este tem como porta de entrada um ecrã de 12,3 polegadas, exactamente a mesma medida do painel de instrumentos digital.

8 fotos

A par de uma série de sistemas de assistência à condução, incluindo 22 sensores para garantir que o Xing Yue cumpre devidamente as funções de condução semiautónoma para as quais está habilitado, o SUV chinês oferece uma gama composta por três motorizações. A mais convencional esconde sob o capot um 2.0 turbo de 238 cv acoplado a uma caixa automática da Aisin, com oito velocidades. Pelo meio, encontra-se uma opção mild hybrid de 48V, que consegue elevar os 177 cv do 1.5 turbo até aos 190 cv. A fechar a oferta, uma versão híbrida plug-in capaz de rodar até 80 km em modo exclusivamente eléctrico. Neste caso, a potência cifra-se nos 258 cv, podendo o cliente optar por uma bateria de 11,3 kWh ou de 15,2 kWh, sendo a de maior capacidade que assegura os tais 80 km em modo zero emissões – a mais pequena anuncia 56 km.